No clima do Festival de Parintins, Caprichoso e Garantido protagonizam espetáculo na Arena da Amazônia

Os bois Caprichoso e Garantido se apresentaram no Arena Planeta Boi, realizado nesse sábado (28)

arena planeta boi

Foto: João Paulo Castro/Radar Amazônico

Faltando 26 dias para o 55° Festival Folclórico de Parintins, marcado para acontecer nos dias 24, 25 e 26 de junho, participaram na noite desse sábado (28), do Arena Planeta Boi, na Arena da Amazônia, na zona Centro-Sul de Manaus, e contou com a participação dos itens oficiais de cada agremiação.

Com mega estrutura e ornamentação amazônica, o evento contou com a presença de cerca de 20 mil de pessoas, principalmente na pista e nas arquibancadas da Arena da Amazônia. A festa começou às 20h com a apresentação da cantora Márcia Novo trazendo o ‘Eletroboi’.

Logo em seguida, as cantoras Mara Lima e Márcia Siqueira dividiram o palco com hits de Caprichoso e Garantido, acompanhadas pela Amazonas Jazz Band. Nos intervalos de cada apresentação, o DJ Ítalo comandou a festa com os melhores sucessos da música eletrônica.

Show coletivo

O Boi Caprichoso deu o pontapé inicial na apresentação dos bumbás. A festa azul e branca foi conduzida pelo apresentador Edmundo Oran, o levantador de toadas, Patrick Araújo, o amo Prince do Caprichoso, além da Marujada de Guerra e do Corpo de Dança Caprichoso (CDC) Manaus colocando o público para dançar com as toadas que são sucesso do boi azul, como ‘Somos Marujada de Guerra’, ‘Waiá-Toré’ e ‘Sentimento Porreta’.

Além disso, o Boi Caprichoso também fez uma homenagem ao ex-apresentador e ex-levantador de toadas, Arlindo Júnior (In Memorian), que faleceu em 2019, emocionando os torcedores azulados.

Com garra e vibração, a porta-estandarte Marcela Marialva, popularmente conhecida como ‘Furacão Azul’, arrancou aplausos do público com uma performance de encher os olhos. A sinhazinha da fazenda, Valentina Cid, esbanjou graça e beleza acompanhada do Boi Caprichoso.

arena 1

O levantador de toadas Patrick Araújo agitou a torcida azulada – Foto: João Paulo Castro/Radar Amazônico

Aclamada pela torcida azulada, a rainha do folclore Cleise Simas mostrou força, garra e sensualidade em meio a passos bem elaborados, que chamaram atenção do público presente na Arena da Amazônia.

Ousada e destemida, a cunhã poranga, Marciele Albuquerque, fez sua aparição em uma tirolesa da arquibancada até o palco. Na ocasião, ela representou a força da mulher indígena. Descendente do povo Munduruku, a cunhã fez uma apresentação tribal digna de aplausos e nota 10.

Repetindo a dose de ousadia, o pajé Erick Beltrão também surgiu de tirolesa da arquibancada até o palco. Ele realizou uma apresentação segura e arrancou aplausos do torcedor azulado.

Emoção

O Boi Garantido entrou no palco logo em seguida. A apresentação vermelha e branca foi conduzida pelo apresentador Israel, os levantadores de toada, David Assayag, Sebastião Júnior, Edilson Santana, Márcia Siqueira, o amo do boi João Paulo Faria, além da Batucada encarnada.

A apresentação foi marcada por emoção do começo ao fim com toadas inesquecíveis do bumbá vermelho e branco, como ‘Coração de Batuqueiro’, ‘Eu Nasci Pra Ser Vermelho’ e ‘Festa do Povo Vermelho’.

Com energia e disposição, a porta-estandarte Daniela Tapajós, popularmente conhecida como ‘Balanço do Norte’, realizou uma evolução digna de aplausos e aclamada pelo público. A sinhazinha da fazenda, Valentina Coimbra, fez uma perfeita apresentação e mostrou intimidade com o Boi Garantido no palco.

Israel Paulain foi o grande condutor da apresentação do Boi Garantido – Foto: João Paulo Castro/Radar Amazônico

A rainha do folclore, Edilene Tavares, chegou no palco da Arena da Amazônia exaltando a força dos orixás e das religiões de matriz africana, realizando uma apresentação digna de nota 10 após uma épica aparição.

Ousada e destemida, a cunhã poranga Isabelle Nogueira também veio em uma tirolesa da arquibancada até o palco e fez uma apresentação sensual e delirante sem perder a essência da mulher indígena.

Encerrando com chave de ouro, o pajé Adriano Paketá veio do meio do povo cercado por tochas de fogo e abrilhantou a apresentação do Boi Garantido com uma coreografia forte e criativa.

Programação

A festa continuou com a companhia de dança Ghandicats Project que realizou uma apresentação misturando danças urbanas com toadas de boi-bumbá. O público também se divertiu com o show do grupo Canto da Mata, que contou com participações especiais, como o cantor Klinger Júnior, filho do ex-levantador de toadas, Klinger Araújo (In Memoriam).