No “Governo das pessoas”, Secretário de Comunicação de Melo banca programa de TV para seus “peixes”

Ex-apresentador do programa “Agora” da TV Em Tempo, Amaral Augusto de Souza, agora secretário estadual de Comunicação. idealizou e colocou no ar um programa de pescaria nessa mesma emissora onde trabalhava. O programa tem o sugestivo nome de “Vem cá peixe”, uma infeliz coincidência num governo que se diz das pessoas, mas o que não falta é “peixe” do governador se dando bem com dinheiro público.

E advinha quem banca o patrocínio do “Vem cá peixe”? O “bondoso” governador José Melo (Pros)! – ou seria melhor dizer que somos nós, afinal o dinheiro sai dos cofres públicos. Esse governo, nos primeiros três meses deste ano já empenhou quase R$ 15 milhões em publicidade.

Agora minha gente, é estranho o governador dizer que está em crise e patrocinar praticamente sozinho um programa de TV que apresenta do início ao fim somente um pescador numa canoa..

E o que é mais grave é que não há nenhuma citação a nenhum tipo de ação do Governo do Amazonas. A grana entra apenas para um capricho do secretário em “ajudar” seus amigos.

Veja o “Vem cá peixe” no Youtube:

https://www.youtube.com/channel/UCrowmyefhBLDQVUv3qISuaA

“Peixe” do secretário

Além de irrigar com dinheiro público a emissora que o alçou à condição de apresentador de programas populares na cidade, o secretário Amaral fez dois atos para beneficiar um “peixe” seu.

Clique na imagem para ampliar

Assim que assumiu a Secom, contratou o cinegrafista e fotógrafo Luzimar Bessa (gravem bem este nome). O curioso é que Luzimar é um terceirizado e que circula com crachá da SECOM (veja foto). Ele não aparece na lista de servidores da SECOM publicada no Portal da Transparência do Estado.

Clique na imagem para ampliar

E este mesmo servidor público, que deveria estar exercendo suas funções no governo, também trabalha na produção do programa criado pelo secretário Amaral Augusto atuando como diretor de fotografia (veja foto). Pra quem quiser ouvir, ele costuma esbravejar para todos que tentam lhe incomodar, dizendo “cuidado, eu sou peixe do cara”. O “cara” é o secretário Amaral.

Mas será que o secretário não conhece o que é Nepotismo, usar o cargo público para beneficiar parentes e amigos? Se bem que no Governo de Melo, levando-se em conta a aquiescência do Ministério Público do Estado, tudo pode, basta ser “peixe” ou fazer parte do “Governo das pessoas” (apaniguadas deles), né mesmo meu povo? (Da equipe do Radar)