No governo do Messias até a vacinação é fake

Foto: Foto: Reprodução/Redes Sociais

Como se não bastasse todos os desalentos e o sofrimento que o povo amazonense tem enfrentado durante todos esses meses de pandemia, com a falta de médicos, remédios, leitos de UTI e até a falta de oxigênio que causou a morte por asfixia de dezenas de pacientes de Covid-19, os cidadãos a partir de 50 anos de idade que acalentavam a esperança de receber imunização contra a Covid-19 nesta segunda-feira (22), tiveram que assimilar mais uma frustação, a vacinação não aconteceu.

A imunização de pessoas acima de 50 anos foi anunciada no dia 15 de fevereiro pelo ministro da Saúde, general Eduardo Pazzuello, diante do número cada vez maior de infectados e de mortos no Amazonas por Covid-19. A vacinação de pelo menos 70% da população é apontada pelos cientistas como única saída pra conter os altos índices de infecção por coronavírus e, consequentemente, reduzir a mortalidade. Mais de 10.500 pessoas já morreram por Covid-19 no Amazonas.

E o tão esperado dia chegou e tava todo mundo com o braço pronto pra levar a agulhada e o coração aquecido pela esperança de voltar aquela nossa vida de quando não vivíamos cm medo e nem na solidão. Mas qual não foi a surpresa ao descobrir que o ministro general prometeu algo que não tinha, vacina.

No governo do Messias, onde o lema tirado da Bíblia é conhecereis a verdade e a verdade vos libertará (João 8:32) o povo mais uma vez é enganado com meias verdades ou mentiras, a vacinação era fake!