Norris assume culpa por decisão que o tirou da disputa do GP da Rússia

Foto: Yuri Kochetkov – Pool/Getty Images

Lando Norris ficou muito perto de conquistar sua primeira vitória na Fórmula 1. Após a pole position no GP da Rússia, o jovem britânico comandou boa parte da prova no Autódromo de Sochi. Na reta final, durante a chuva, o piloto da McLaren optou em não trocar de pneu e deixou a corrida nas mãos de Lewis Hamilton.

Com a sétima colocação e o ponto de volta mais rápida, Norris assumiu a culpa da decisão que tomou nas últimas voltas e disse que estava devastado pelo resultado.

“Estou infeliz. Devastado. Decidimos não entrar nos boxes e no final das contas foi a escolha errada. Eles (a McLaren) achavam que eu devia fazer o pit stop, mas eu decidi que não. Então foi minha escolha. Pensei que fosse o caminho certo”, começou por dizer em entrevista à F1.

Argumentando sua escolha, Lando partiu do princípio que a chuva não ficaria mais forte do que estava, mas ficou. Logo, acabou perdendo o controle do carro e foi obrigado a parar, o que o fez perder posições. “Tudo estava perfeitamente bem com os pneus que eu estava usando, e me disseram que a chuva continuaria daquele jeito. Se continuasse, então essa teria sido a decisão certa, mas a chuva apertou muito mais do que esperávamos e isso acabou com a gente”, finalizou.