Novo mutirão de vacinação contra Covid-19 em Manaus será nesta sexta-feira e sábado

Serão seis pontos estratégicos que funcionarão com horário estendido

Os postos das unidades básicas de saúde (UBS), da Prefeitura de Manaus, atenderão no horário das 9h às 16h nos dois dias de mutirão – Foto: Divulgação

Um novo mutirão para a vacinação contra a Covid-19 será realizado nesta sexta-feira (01/10) e sábado (02/10), em Manaus. Em sua 21ª edição, o mutirão tem como principal objetivo aplicar doses de reforço da vacina contra a Covid-19 em profissionais de saúde a partir de 50 anos e pessoas a partir de 60 anos, que tomaram a segunda dose há mais de seis meses (ou até 01/04), e em imunossuprimidos a partir de 12 anos, tendo o intervalo de 28 dias entre a segunda dose e a dose de reforço.

Também serão disponibilizadas a primeira e a segunda dose para pessoas com 12 anos ou mais. Serão seis pontos estratégicos que funcionarão com horário estendido: das 9h às 21 na sexta-feira e das 9h às 18h no sábado. Os postos das unidades básicas de saúde (UBS), da Prefeitura de Manaus, atenderão no horário das 9h às 16h nos dois dias de mutirão.

Os pontos estratégicos que funcionarão em horário estendido são: Centro de Convivência da Família (CCF) Magdalena Arce Daou (pedestre), Centro de Convenções de Manaus-Sambódromo (drive-thru), CCF Padre Pedro Vignola (pedestre), Shopping Phelippe Daou (pedestre), Studio 5 Centro de Convenções (pedestre) e Sesi Clube do Trabalhador (pedestre e drive-thru).

De acordo com a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), Tatyana Amorim, o tipo de imunizante aplicado é definido conforme a dose de cada público contemplado na vacinação.

“Para as doses de reforço, serão aplicadas vacina da Pfizer. Já para as demais doses, serão aplicados os outros tipos de vacina disponíveis”, detalhou.

Documentação

Para se vacinar, com segunda dose e dose de reforço, é necessário apresentar documento original com foto, CPF e carteira de vacinação. Para os imunossuprimidos, além dessa documentação, um laudo médico ou outro documento que comprove a condição.

Já para quem vai receber a primeira dose, é necessário que o interessado apresente, obrigatoriamente, um documento oficial com foto com o número do RG, CPF, comprovante de residência (original e cópia) e Cartão de Vacina.

*Com informações da assessoria