Número de brasileiros que acessa internet no celular dobra em 2 anos

celularinternetprepaga1O número de brasileiros que acessa a internet na telinha do celular chegou a 52,5 milhões de pessoas, de acordo com a pesquisa TIC Domicílios, divulgada nesta quinta-feira (26) pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br). Isso quer dizer que 31% dos brasileiros com 10 anos ou mais se conectam por meio do aparelho móvel, o dobro do que era há dois anos. Em 2011, eram apenas 15%.

A pesquisa foi realizada em mais de 16 mil domicílios brasileiros, entre setembro de 2013 e fevereiro de 2014, em 350 municípios do país. O Cetic.br é ligado ao Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e ao Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

O avanço da internet via celular ajudou a fazer com que metade da população brasileira tivesse acesso pela primeira vez desde que o Cetir.br começou a realizar o estudo em 2005. Entre os maiores de 10 anos, 85,9 milhões (51% da população) haviam se conectado pelo menos uma vez nos três meses anteriores da pesquisa.

Apesar disso, apenas 43% dos domicílios possuem acesso à internet no Brasil. A questão social é determinante: enquanto entre as casas da classe A, 98% são conectadas; entre os lares da classe C, esse percentual cai para 39%, e nos das classes D e E, é de 8%.

Tanto que, segundo o relatório, há 24,2 milhões de domicílios com renda familiar de até dois salários mínimos que ainda não estão desconectados.

O fato de a internet não ter chegado nem à metade dos lares brasileiros ocorre porque a presença dos computadores nos lares avançou pouco. Chegou a 49% dos domicílios em 2013, três pontos percentuais acima do que era em 2012, enquanto isso, os celulares estão em 90% dos lares. Com isso, os aparelhos móveis já estão na mão de 85% das pessoas com mais de 10 anos, o que totaliza 143 milhões de brasileiros.

Apesar disso, nem todo mundo que possui celular usa o aparelho para navegar. Segundo a pesquisa, 41% dos donos de telefone móvel dizem não acessar a internet porque o aparelho é limitado, não um smartphone. Esse quadro tende a mudar, já que os smartphones passaram a ser mais vendidos que os celulares convencionais no Brasil.

Fonte: G1