‘O MDB tem o que propor para o Amazonas’, diz Eduardo Braga sobre escolha do diretório municipal do MDB (ver vídeo)

O diretório municipal do Partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB) será conduzido por Jesus Alves

MDB Eduardo Braga 1

Foto: João Paulo Castro/Radar Amazônico

O Partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB) realizou na manhã deste sábado (14) uma convenção para escolher os representantes para o diretório municipal e zonais em Manaus. O evento aconteceu na sede do partido, localizado na rua Raimundo Polari, bairro Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul da capital amazonense.

“Temos candidatas e candidatos a deoutado federal, deputado estadual e temos o que mostrar do que fizemos quando o MDB esteve no governo, o que mostrar enquanto o MDB está no Senado ajudando o Amazonas, e o MDB tem o que propor para o Amazonas em um momento tão dificil em que a Zona Franca de um lado é atacada mais uma vez e mais uma vez dependemos do Supremo Tribunal Federal para poder vencer esses desafios e assim dizermos que o MDB, junto com o povo, trará novas propostas novas perspectivas de geração de emprego, de geração de esperança para que nós tenhamos mais oportunidades para o povo do Amazonas”, disse o senador na entrada da convenção.

Lideranças comunitárias, empresários e militantes em prol de causas sociais, além do prefeito de Manaquiri e presidente da Associação Amazonense dos Municípios (AAM), Jair Souto, marcaram presença na convenção. O senador Eduardo Braga, presidente do MDB Amazonas, disse que está com boas expectativas com o futuro do partido daqui para frente.

“Tenho certeza que essas pessoas que estão chegando ao MDB trazem ‘sangue novo’ e uma nova proposta para o MDB. É assim que o partido se fortalece e cresce. Agradeço a todos que confiaram e acreditaram no nosso partido […] dizemos que o MDB junto com o povo trará novas propostas e novas perspectivas de geração de emprego, de geração de esperança para que tenhamos mais oportunidades”, disse.

Pré-candidato a deputado estadual, Jesus Alves foi escolhido para comandar a presidência municipal do MDB. Ele destacou que o momento da sigla é de reconstrução.

“Dessa forma se estabelece um novo ciclo e um novo momento aqui em Manaus. Ciclos se renovam, são passageiros e cada um tem a sua importância, mas o momento que vivemos é de reconstrução aqui no MDB municipal. Eu venho de outro partido (Cidadania) que também estava na condição de presidente, mas compreendi que esse é o momento de juntar forças, é hora de união”, ressaltou.

MDB Eduardo Braga 2

Jesus Alves (esquerda) e Eduardo Braga (direita) — Foto: João Paulo Castro/Radar Amazônico

Zona Franca de Manaus

Zona Franca de Manaus

Durante o evento, Eduardo Braga comentou a respeito da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que suspendeu liminarmente os artigos do decreto do presidente Jair Bolsonaro que reduz em até 35% o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) no Brasil sem excepcionalizar os produtos fabricados na Zona Franca de Manaus, trazendo desta forma sérios prejuizos para a competitividade do produtios da ZFM.

Em entrevista ao Radar Amazônico, o senador destacou que a bancada amazonense no Senado Federal continuará trabalhando para proteger a Zona Franca de Manaus dos contantes ataques que vem sofrendo.

“Mais uma vez o ministro Alexandre de Moraes entendeu que o Amazonas tem na Constituição a sua grande fortaleza. Sem nenhuma dúvida, o Supremo Tribunal Federal que tem garantido nos últimos 55 anos a pungência da Zona Franca de Manaus. Não podemos esquecer os ataques aconteceram no passado, mas desta vez, feitos com requintes de crueldade […] conseguimos a medida cautelar e agora temos que trabalhar unidos para dialogar com os demais ministros do Supremo porque em algum momento essa medida vai ao pleno do Supremo e apenas a maioria dos ministros poderá garantir, finalmente, uma vitória definitiva para a Zona Franca de Manaus”, explica.

Confira a live do Radar Amazônico