O povo na peia e a trupe de Amazonino num tour no Peru – advinha quem paga a conta, gente?

As notícias começaram a chegar na manhã dessa quinta-feira (15) sobre um tour turístico feito com o jatinho governamental por Lima, capital do Peru, que depois teria dado uma paradinha no Chile e, pra descaracterizar o voo internacional e mostrar o quanto gostam desse nosso País, foram lá no sul, nas cataratas de Foz do Iguaçu – devem ter ido estudar como a água cai pra ver se o mesmo fenômeno acontece na Cachoeira do Urubuí, lá em Presidente Figueiredo, né gente!

Perdão, tá meu povo, por euzinha fazer graça com assunto tão sério, mas é que a situação é tragicômica. Nos hospitais Delphina Aziz e 28 de Agosto, as cirurgias foram suspensas. Processos cirúrgicos agora, só no hospital Adriano Jorge, o que está fazendo com que pacientes com pedras na vesícula, com dores terríveis, ainda tenham que ouvir que vão esperar até dois anos por uma cirurgia.

E enquanto isso, me chega uma notícia dessas! É pra morrer, de raiva! Principalmente ao saber que nós, o Zé Povinho, é que pagamos a conta. No ano passado, saíram dos cofres públicos R$ 19, 8 milhões para fretamento de aeronaves do Governo e, só neste mês de janeiro o Governo pagou como reconhecimento de dívida mais de R$ 588 mil de aluguel de jatinho para essa mesma trupe do Governo.

E euzinha, crente que sou na raça humana, não dei crédito à notícia. Mas, coincidentemente – será, gente? – um “assessor especial do Governo do Estado de aviação e aeroespacial” – é assim que Bruno Sabbá se define no Linkedin, tá meu povo? – entrega o jogo mostrando fotos da cidade de Lima, no Peru, que ele classifica como “a mais europeia da América Latina”. O assessor voador mostra até foto de dentro do avião: “Lima Santiago e ao lado o deserto do Atacama” – e nós aqui num “deserto de governo” de dar dó!

E lá foi o nosso fotógrafo, nada voador, pra confirmar se o avião da Rico, um turbo fan MDB, estava no hangar ou vinha de algum lugar. E não é que ele chegou gente! E os tripulantes tiveram até cuidado de colocar uma van na saída dos passageiros da aeronave pra tapar a visão da lente do Radar. Mas, será que ainda dá pra duvidar!

Fotos: Erik Oliveira