O prefeito corredor e a vergonha nacional

Lá está o Amazonas de novo na mídia nacional! E cá estamos nós de novo passando vergonha com as atitudes de homens públicos que eram pra dar exemplo. Se o objetivo do prefeito de Manaus, David Almeida, era dar exemplo, principalmente para os mais jovens, sobre a importância da prática de esportes e como isso muda a vida da pessoa pra melhor, esqueceu de dizer que isso não se faz com dinheiro público.

Desta vez, o caso de irmos parar na mídia nacional foi um “tour” do prefeito David Almeida pela Europa, com direito a passadinha em Portugal e depois ir para a Espanha, mais precisamente pra cidade de Barcelona, pra participar de uma maratona, levando consigo um número ainda não declarado de servidores da Prefeitura de Manaus – há quem diga que tinha até amigo do prefeito e mulher de secretário na comitiva.

Numa declaração preliminar dos gastos com dinheiro público que desde o dia 4 de maio o Radar pergunta, sem conseguir resposta, David Almeida enfim respondeu, mas para um veículo de comunicação nacional, que os gastos são de cerca de 100 mil. Porém, disse ainda que os custos de seu final de semana na Europa junto com o séquito de assessores ainda não estão fechados, ou seja, podem ser maior.

Sequer justificou o fato de que as informações de quem viajou e os gastos com passagens e diárias tinham que ter sido publicados no Diário Oficial antes mesmo da viagem.

O prefeito de Manaus virou até piada sendo chamado jocosamente de “prefeito atleta” e teve até jornalista imitando a corrida do prefeito. E se a gente já andava cabisbaixo com escândalos dos “fura-filas” da vacina contra a Covid-19 e dos apartamentos para pessoas de baixa renda que foram “sorteados” para parentes do prefeito, agora ainda tem razão pra ficarmos mais ainda vermelhos de vergonha com um prefeito que decide “investir” em turismo esportivo, só que beneficiando a si próprio e a seus apaniguados.

E parece que o nosso inferno astral que começou com ventiladores pulmonares comprados numa loja de vinhos com preço superfaturado, parece que não vai acabar tão cedo, já que temos um prefeito midiático que faz de tudo pra aparecer, quem dera que fosse com exemplos de altruísmo, mas infelizmente não é.