Anúncio Advertisement

O Radar captou e o Rotta falou

O presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembléia Legislativa do Estado (ALE), deputado Marcos Rotta, fez um discurso esta semana, da tribuna da Casa, sobre o reajuste da tarifa do transporte coletivo, de acirrar o ânimo e não deixar ninguém quieto. E até o nosso Radar ficou a mil por hora. Em determinado momento, Rotta falou igualzinho o que está escrito em um dos textos do Radar sobre o “jogo de cena” feito por empresários e pela Prefeitura para justificar o valor da tarifa. “Será que ainda não notaram que o povo já entendeu a estratégia. Os empresários colocam uma tarifa surreal, que todo mundo sabe que não vai acontecer, e aí a Prefeitura dá um aumento abaixo e todo mundo aceita, porque foi dos males o menor. Sempre tem sido assim”, desmistificou Rotta. Ainda bem que alguém , além do Radar, enxerga as intenções por trás dos fatos.

Intenções menores

E por falar em intenções, Rotta bateu forte em gente que, segundo ele, tem intenções baixas de politizar suas opiniões sobre o reajuste da tarifa. “Eu não estou aqui com o objetivo menor de fazer política. Eu estou aqui porque não quero, não posso e não vou aceitar o aumento (da tarifa). Esse  comportamento vil e covarde jamais esperem do deputado Marcos Rotta. Não haverei de me deixar contaminar por mafiosos que continuam mandando nessa cidade”, esbravejou Rotta

Os líderes e suas defesas

Na história dos Parlamentos do Amazonas, tanto Assembléia Legislativa do Estado quanto Câmara municipal de Manaus, é natural (e humano) que os líderes, por mais experientes e preparados que sejam, acabam cometendo um aqueles lapsos terríveis na hora de defender suas lideranças, melhor se tivessem mantido o silêncio. Um desses casos foi o do líder do partido (PSDB) do prefeito Artur Neto na CMM, vereador Mário Frota. Em defesa do prefeito que tomou a decisão impopular de reajustar a tarifa de transporte coletivo, Mario Frota disse: “É obvio que o prefeito não deu este aumento de bom grado. Ele foi coagido, pressionado”. Como é que é? Artur Neto ser coagido? Levar pressão de empresário de ônibus? Aí é grave, pegou mal. Era melhor nem ter falado nada.

Braga na Band

O líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB/AM), participou nesta quinta-feira (04) de gravação do programa Band Entrevista, apresentado pelo jornalista Sérgio Amaral. Na entrevista, o senador respondeu a perguntas sobre MP dos Portos, PEC das Domésticas, Estatuto da Juventude e unificação do ICMS.O programa vai ao ar no próximo sábado (06/04) na Band News FM, às 9h30, e na TV Bandeirantes, no domingo (07/04), após o Canal Livre, por volta das 23h45. Ambos no horário de Brasília.

Josué no buzão

O presidente da Assembléia Legislativa do Estado (ALE), Josué Neto, lá pelas tantas, durante discurso sobre transporte coletivo falou sobre sua experiência de vida quando ao uso do ônibus. “Na adolescência, eu também pegava o buzão lá do Beco do Macedo, o buzão do becão, para ir ao cinema”. Que sufoco!!!!