O Radar já descobriu quem são os deputados que devem ocupar à presidência das principais comissões da Assembleia Legislativa

Plenario-ALEAM Radar

Após a disputa para os cargos da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), assim como em todas as Casas Legislativas, as atenções se voltam quase com a mesma intensidade para a composição das comissões permanentes da Casa, principalmente aquelas com maior poder de decisão sobre a aprovação ou rejeição dos projetos de Lei, ou ainda comissões onde os parlamentares conseguem ter maior visibilidade política, o que significa aumento de popularidade e crescimento de densidade eleitoral. A escolha dos presidentes, vice-presidentes e membros dessas comissões está marcada para acontecer na próxima segunda-feira (02), após os deputados já terem tomado posse e ter ocorrido a eleição para a Mesa Diretora da Casa, o que vai acontecer no domingo, dia 01 de fevereiro.

Mas, assim como o Radar captou antecipadamente qual a formação da Mesa Diretora da Aleam, quais os deputados que ocupariam os respectivos cargos, já chegaram informações com os nomes dos parlamentares que devem ocupar a presidência das principais comissões permanentes da Assembleia, entre elas, a Comissão de Constituição e Justiça e Redação, que determina a legalidade/constitucionalidade dos projetos, e a de Finanças Públicas, que emite o parecer de economicidade (viabilidade econômica de uma matéria). Um parecer contrário dessas duas comissões pode significar que um projeto seja arquivado no começo de sua tramitação.

Levando em consideração as informações que chegaram ao Radar, os projetos do Governo do Estado não devem encontrar barreiras em sua legalidade e sua economicidade para serem aprovados na Aleam. Os dois prováveis deputados-presidentes estão alinhados com a administração de Melo, são da bancada do Governo. São eles, Orlando Cidade (PTN) para a comisso de Constituição, Justiça e Redação e Adjuto Afonso (PP), para Finanças Públicas, que também deve ser eleito no próximo domingo para o cargo de 2º secretário da Mesa Diretora.

Segundo as informações repassadas ao Radar, o deputado Ricardo Nicolau (PSD), conseguiu permanecer tanto ocupando o cargo de Ouvidor-Corregedor da Mesa Diretora da Aleam, como permanecerá como presidente da Comissão de Saúde. A presidência da comissão de Segurança Pública, num primeiro momento, teria oscilados entre os dois deputados-PMs, Cabo Maciel (PR) e Platiny Soares (PV), mas nesse caso teria valido aquele velho dito popular de que “antiguidade é posto”, e venceu a disputa para presidir a comissão o deputado Cabo Maciel, do alto de seus dois mandatos e do bom relacionamento que parece ter com seus colegas de Parlamento, principalmente os da Mesa Diretora da Casa.

Consumidor na mira

E diz que uma comissão que estava (ou ainda está) na mira de vários deputados é a de Defesa do Consumidor, presidida pelo deputado estadual Marcos Rotta (PMDB), eleito deputado federal no pleito passado. Não por acaso, a eleição de Rotta com mais de 100 mil votos é um dos motivos pela disputa da comissão de Defesa do Consumidor que os deputados destacam como uma comissão onde as ações do parlamentar dão visibilidade pública e credibilidade política. As informações do Radar são de que a presidência da comissão de Defesa do Consumidor vai para mais um parlamentar da Mesa Diretora, Abdala Fraxe (PTN), que deverá ser leito no próximo domingo secretário-geral da Aleam.

Uma notícia que provocou certo espanto e boas piadas aqui pelo Radar foi a de que tinha deputado de olho até mesmo na comissão presidida pela deputada Conceição Sampaio (PP), eleita deputada federal. A informação é de que tinha deputado pensando muito mais nos milhares de votos conquistados por Conceição Sampaio do que no fato da comissão da Mulher, da Família e do Idoso ser destinada, de forma até lógica, a uma parlamentar mulher. E, por fim, deputados da Casa, principalmente aqueles com vários mandatos de experiência, demonstraram aos colegas que mesmo com o fato de que “ser um homem feminino não fere o lado masculino” não ia pegar bem não dar a presidência da comissão da Mulher para Alessandra Campelo (PC do B), única mulher eleita deputada estadual.

Devem permanecer nas comissões em que estão, segundo fontes do Radar, Vicente Lopes (PMDB), na Comissão de Ética, José Ricardo (PT), na de Ciência, Tecnologia, Comunicação, Informática e Inovação, Luiz Castro (PPS), na comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional e Sustentável e Sinésio Campos (PT) na Comissão de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás e Energia. (Any Margareth)