Anúncio

O rei das Fake News está de volta!

Ele responde a processo por Fake News que está no Supremo Tribunal Federal (STF) por causa de pesquisa de intenção de voto falsa na campanha eleitoral de 2014. Nessa eleição, seu alvo era o então candidato ao governo e hoje senador, Eduardo Braga e o beneficiado era o candidato a reeleição que não terminou o mandato porque foi cassado por crime eleitoral, José Melo.

Nas eleições estaduais de 2018, mesmo sendo secretário do governo, ele não deixava a função de criar notícias falsas para atacar os adversários do naquela época governador Amazonino Mendes – se Amazonino sabia ou não sabia disso, não me perguntem por que não sei. Tinha até “gabinete da maldade” que funcionava dentro de um estúdio de vídeo na avenida das Torres, onde o então secretário de Amazonino se unia a um marketeiro que veio de São Paulo para disseminar maledicência.

O alvo preferencial, é quem eles acreditavam que poderia ir para o segundo turno com Amazonino, naquela época presidente da Assembleia Legislativa, David Almeida. E, o Rei da Fake News, aquele que fez até pesquisa falsa para ajudar Melo a ser eleito, passou todo o primeiro turno eleitoral “torpedeando” a candidatura de David Almeida exatamente ligando-o a imagem de Melo, acusado de participar de um esquema de desvio de milhões da saúde pública.

Mas só que o rei da fake News por mais de um motivo, calculou sua estratégia errada. Primeiro, ele subestimou a importância do tal do “novo” na política, parecendo acreditar – assim como muita gente também! – que Wilson não passava de uma “laranja lima” posta no processo eleitoral para confundir o eleitor e tirar votos de David Almeida. Para ele e para muitos outros, a candidatura de Wilson Lima não decolava de jeito nenhum por isso não merecia ser alvo do “gabinete da maldade”.

Por outro lado, o rei da fake News também não queria se indispor com os “padrinhos eleitorais” de Wilson Lima, os Calderaro, porque sabia que ai era campo minado e haveria chumbo trocado de “torpedos da maldade”. E o resultado todo mundo sabe, né mesmo gente? Wilson Lima no poder!

E o Radar captou nas redes socais sinais de que o rei da fake news está de volta para as eleições 2020. E dessa vez parece estar ensandecido por ter sido empurrado para o ostracismo político e social desde que Amazonino saiu do poder. Começou logo tomando o partido político dos outros porque tem tido sonhos recorrentes de que virará vice-prefeito de Manaus na chapa majoritária de Amazonino.

E num sei se os amadinhos de euzinha já notaram que foi só ele reaparecer que começaram os ataques através de fake news onde não escapa ninguém, nem as famílias dos outros, de empresário a jornalistas, sem contar, como de costume, com os alvos preferenciais, prováveis adversários do pré-candidato a prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, os também pré-candidatos a prefeito de Manaus, Josué Neto e David Almeida. A baixaria já começou e dizem fontes do Radar que vem coisa pior por aí. Preparam seu “desconfiômetro” (olho clínico) para fake news!