“ô viado vem cá porra”, diz Bolsonaro a um dos manifestantes em frente à Assembleia Legislativa (ver vídeo)

Em um vídeo enviado ao WhatsApp do Radar, o deputado federal, eleito pelo Rio de Janeiro, mas paulista de Campinas de nascimento, o capitão do Exército da reserva, Jair Bolsonaro, aparece xingando manifestantes que estão em frente à Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) num ato de protesto pela concessão da Medalha do Mérito Legislativo ao parlamentar, uma honraria concedida apenas as personalidades que prestaram “relevantes serviços à sociedade amazonense”.

Ao ver os manifestantes classificá-lo de homofóbico e nazista, Bolsonaro grita de dentro do carro: “Ô viado vem cá porra” – não dá pra entender porque se importa com isso já que é assumidamente homofóbico e tem opiniões muito semelhantes aos dos nazistas com aquelas teorias de que fazem parte de uma “raça superior”, onde não há lugar para índios e negros que são vistos como raças inferiores.

Ocupantes do mesmo veículo em que está Bolsonaro, um deles com uma voz semelhante ao deputado estadual, Platiny Soares, debocham dos manifestantes e os chamam de babacas por abordarem outros carros pensando que o “homenageado” estava neles.

Os deboches e xingamentos do deputado federa Jair Bolsonaro são diretamente proporcionais ao respeito que ele tem pelo Estado Democrático que assegura aos cidadãos a livre manifestação do pensamento, mesmo que contrarie outras convicções e posicionamentos, assim como aconteceu no aeroporto Eduardo Gomes onde cidadãos manifestaram apoio a ele (Bolsonaro) e suas posições ditadoras, discriminadoras, racistas, preconceituosas, machistas…E mesmo contrário a isso, ninguém saiu tachando esses manifestantes pró-Bolsonaro de babacas. (Any Margareth)