OAB-AM pede que Justiça do Amazonas retorne com as atividades presenciais

Foto: Divulgação/ TRT11

A presidente da OAB Amazonas, Grace Benayon, encaminhou um ofício aos presidentes do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT11) e do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) pedindo a apresentação de um Plano de Retomada das atividades jurídicas presenciais para 2021.

No Amazonas, os trabalhos presenciais da Justiça foram suspensos ainda no ano passado por conta do avanço da Covid-19, com as audiências sendo realizadas de forma on-line.

A OAB avalia que a suspensão naquele momento foi importante, no entanto, não tem assegurado a celeridade necessária à tramitação e execução das causas, uma vez que só as audiências de conciliação estão ocorrendo remotamente.

“O que estamos requerendo, agora, é a adoção de um Plano de Retomada porque a Justiça não se resume às audiências de conciliação. A advocacia foi brutalmente atingida com tudo isso e consequentemente a sociedade que busca solução de seus problemas por meio da Justiça. Nós queremos saber como se dará essa retomada, pois estamos no escuro”, afirmou Grace.

Participação

Além de cobrar um Plano de Retomada para 2021, a OAB Amazonas pede ainda a possibilidade de participar da elaboração das medidas, contribuindo com sugestões.

Grace justifica essa iniciativa pela necessidade da OAB em preparar a advocacia amazonense para o retorno das atividades. Atualmente, a OAB possui 16 mil advogados inscritos na seccional do estado.

(*) Com informações da assessoria