OAB cobra da polícia respostas para o assassinato da advogada Maria Inês

advogada morta detalheA Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB Amazonas) distribuiu nota à imprensa lamentando a morte da advogada Maria Inês Ribeiro de Lima, cujo corpo foi encontrado num matagal próximo à Praia Dourada. A Ordem diz estar cobrando a apuração dos fatos que levaram a morte da advogada e a punição dos culpados (Ver nota na íntegra no final da matéria).

A advogada Maria Inês, segundo a polícia, teria saído de casa na terça-feira (02) para ir a uma oficina mecânica e desapareceu. Seu corpo foi encontrado ontem no matagal, nas imediações da Paia Dourada, com uma facada no pescoço. O carro de Maria Inês ainda não foi encontrado.

Nota pública da OAB  

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas lamenta profundamente a morte da advogada Maria Inês Ribeiro de Lima, cujo corpo foi encontrado na Praia Dourada. A Ordem informa que já está em contato com as autoridades policiais acompanhando as investigações. A OAB-AM não tolera atos de violência praticados contra a advocacia e não permitirá que o Amazonas entre no mapa da violência contra os advogados e advogadas. A seccional Amazonas irá cobrar das autoridades a repreensão e a devida apuração dos fatos.

Marco Aurélio de Lima Choy

Presidente da OAB-AM

Adriana Lo Presti Mendonça

Vice-presidente da OAB-AM