Ordem para atear fogo em ônibus veio de dentro do presídio, afirma secretário de segurança

Foto: reprodução

Em coletiva de imprensa realizada na manhã deste domingo (6), o secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Louismar Bonates, afirmou que a ordem para atear fogos em ônibus em Manaus partiu de dentro do presídio. De acordo com o secretário, os detentos envolvidos nos ataques serão encaminhados para um presídio nacional.

Conforme as informações repassadas por Bonates, houveram ataques criminosos também nos municípios de Parintins e Careiro Castanho. De acordo com o secretário, a onda de violência iniciou após a morte de um traficante conhecido como “Dadinho” que ocorreu nesse sábado durante uma troca de tiros com os policias das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), na avenida Itaité, Novo Aleixo, zona Norte de Manaus.

” A inteligência levantou que essa determinação veio de dentro do presídio, eu quero informar a eles que quem for localizado dando essa ordem será solicitado a transferência para um presídio nacional”, disse Bonates.

Frota de ônibus recolhida

A maioria dos ataques aos veículos dos transporte público se concentrou na zona Norte e Leste de Manaus. Os atos de vandalismo iniciaram na noite desse sábado (5) e se estenderam até a manhã deste domingo (6), e para evitar que mais ônibus fossem incendiados o Sinetram optou por recolher 100% da frota.

Apesar dos diversos ataques desde a noite de ontem, até o momento ninguém foi preso. Durante a coletiva de imprensa, o secretário de segurança afirmou que o número de viaturas foi triplicado e uma atenção maior será dada aos corredores de ônibus.