Osasco questiona quebra de recorde de Tifanny e marca fica “sub judice”

Apesar da derrota para o Minas por 3 sets a 2 pela Superliga feminina nesta quinta-feira, o Osasco vibrou com um possível recorde conquistado pela atacante Tandara como maior pontuadora da história do torneio, com 40 pontos. No entanto, essa marca ainda está “sub judice”, uma vez que na estatística oficial da Confederação Brasileira de Vôlei foram contabilizados 38 pontos, um a menos que a marca de Tifanny, que fez 39 também em jogo do Bauru contra o Praia Clube, também nesta temporada.

A CBV, para tirar a dúvida sobre a pontuação real de Tandara na partida desta quinta-feira. Segunda a entidade, a pontuação oficial é fornecida sempre pela equipe mandante. Neste caso, o estatístico do Minas contabilizou 38 pontos para Tandara, enquanto o Osasco, em sua checagem própria, somou 40 pontos. No entanto, o Minas tem até a noite desta sexta para fazer uma revisão e confirmar a pontuação real da atacante do Osasco.

Assim, o Minas deve informar à CBV sobre o novo cálculo de pontos de Tandara na partida até a noite desta sexta-feira. Se forem mantidos os 38 pontos, Tifanny segue sendo a maior pontuadora da Superliga feminina, com 39 pontos. Caso a pontuação da atacante do Osasco seja maior, ela passa a ser detentora do recorde histórico.

Fonte: G1