Pai é preso após agredir filho até ele urinar sangue

Segundo os denunciantes, as agressões ao menor eram constantes

Um menor de apenas 8 anos foi retirado da guarda do pai na última quinta-feira (16), após ser revelado que ele estava sofrendo de maus-tratos, sendo agredido frequentemente e chegando inclusive a urinar sangue após diversos golpes de ripa do pai. O caso aconteceu da casa do menor, no bairro do Tarumã, na zona Oeste de Manaus.

Uma equipe do Conselho Tutelar foi até o local para investigar as denúncias e confirmou as agressões. “O genitor nos recebeu na casa e pedimos para ver o estado da criança e de imediato vimos que procedia a informação. Ela estava com as mãos inchadas, a ponto de não conseguir mexer os dedos”, revelou o conselheiro Felipe Silva.

De acordo com o pai, a confusão aconteceu após o menino – que estava brincando na rua – jogar uma pedra no portão do vizinho. O dono da residência foi tirar satisfação com o pai da criança e após isso ele deu início às agressões contra o filho. Além de apanhar ripa, o menor também levou um soco no estômago e passou a urinar sangue.

Após a última agressão, o menor foi levado para o Hospital Joãozinho, para apurar possível hemorragia. Após isso, ele foi encaminhado para Instituto Médico Legal (IML), onde o médico do local confirmou a gravidade das agressões e afirmou que o pai deveria ser autuado.

De acordo com o conselheiro, o menor sofria sob a guarda do pai. “Essa criança tem 8 anos de idade, ela não tem documentos, ela nunca pisou em um ambiente escolar”, detalhou o conselheiro que atuou no caso.

Confirmada a agressão contra o menor, o pai foi encaminhado para a sede da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) e aguarda para responder por seu crime. O menor foi encaminhado para um abrigo.