Palmeiras e Corinthians ficam no empate pelo Brasileirão

Foto: Cesar Greco

Na noite deste sábado (12), no Allianz Parque, Palmeiras e Corinthians apenas empataram em 1 a 1 pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O gol do Verdão foi marcado pelo meia Raphael Veiga. Pelo Timão, o volante Gabriel balançou as redes. Com o resultado, os dois times seguiram empatados na tabela de classificação. Agora os rivais têm 4 pontos e estão no meio da tabela. O Palmeiras é o 6º e o Corinthians, o 8º.

Pressionado pela surpreendente eliminação da Copa do Brasil para o CRB dentro de casa, o Palmeiras partiu para cima e logo abriu o placar. Aos três minutos, o meia Raphael Veiga aproveitou o contra-ataque veloz de Rony e o passe de Wesley para mandar um chute forte para o fundo das redes. Na sequência, o primeiro tempo continuou morno. Aos 31, o Corinthians conseguiu uma boa chance. Matheus Vital dominou na área e bateu colocado. O goleiro Jailson defendeu bem. Aos 42, o meia Gustavo Scarpa bateu rasteiro e a bola raspou a trave direita do goleiro Cássio.

Na volta dos vestiários, foi a vez do Corinthians reagir. Depois de ser eliminado pelo Atlético Goianiense na Copa do Brasil, também no meio de semana, o Timão precisava dar uma satisfação a torcida. E, aos nove, saiu o gol. Gustavo Mosquito, um dos melhores da equipe, foi ao fundo e achou o volante Gabriel na área. Ele desviou e empatou o jogo. Aos 31, o Palmeiras chegou a marcar outro gol. Só que, com auxílio do VAR, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza apontou impedimento do Rony e anulou o tento de Willian.

A próxima partida do Alviverde será na quarta-feira (16) contra o Juventude, em Caxias do Sul-RS. No mesmo dia, o Corinthians recebe o Bragantino.

O placar ficou fechado no duelo entre Santos e Juventude na noite deste sábado (12), na Baixada Santista. Mesmo jogando na Vila Belmiro, o Peixe viu interrompida a sequência de três vitórias e ficou no 0 a 0 com a equipe gaúcha pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Santos ficou em 9º, com 4 pontos, e o Juventude, em 13º, com 2.

O primeiro tempo foi marcado por muita marcação pelo lado gaúcho e pouca criatividade dos paulistas. Os 45 minutos iniciais não tiveram praticamente nenhuma chance digna de registro. Na etapa final, foram poucas mudanças. As melhores chances foram do Santos. Aos 25, Marcos Leonardo tentou uma bicicleta, mas pegou fraco. Aos 36, Marinho tentou uma cobrança de falta de longe. E mandou a bola raspando a trave do goleiro Carné.

Na próxima rodada, o Santos visita o Fluminense no Maracanã na quinta-feira (17). O Juventude terá pela frente o Palmeiras dentro de casa, na quarta-feira (16).