Anúncio Advertisement

Paolla Oliveira sobre voltar a ser rainha da bateria: ‘O coração balançou e eu ganhei novo fôlego’

Não resta a menor dúvida de que Paolla Oliveira é um fenômeno. E seus números expressivos só comprovam essa potência. O vídeo postado por ela em suas redes sociais na última segunda-feira, 15/4, dançando “Check On It” com rebolado digno da diva do pop Beyoncé – de botas de cano altíssimo e de salto – teve mais de dois milhões e meio de visualizações, por exemplo.

Por aí, já dá para ter uma ideia de como será o retorno da atriz ao posto de rainha de bateria da Grande Rio no Carnaval 2020. Ao Gshow, essa ariana de 37 anos revelou o que a motivou a aceitar o convite dessa vez. Paolla já reinou majestosa à frente da Invocada em 2009 e 2010.

“Eles fizeram um movimento lindo nas redes. Criaram a #voltapaolla, recebi vídeos de todo mundo da escola. É um amor de muito tempo. Depois de 10 anos, o coração balançou e eu ganhei novo fôlego”, disse Paolla.

Com a agenda abarrotada de compromissos, ela deixou claro que não sabe se terá como marcar presença em todos os eventos da tricolor de Caxias, mas prometeu:

“Serei sempre presente porque eu amo Carnaval e a Grande Rio tem meu coração. Não sei se vou conseguir estar em tudo, mas vou representar essa bateria nota 10 com todo amor!”.

Ela se referiu a sua nova personagem, Virgínia, em “A Dona do Pedaço”, próxima novela das 9. Para o papel, Paolla ficou morena e disse que, no início, não reconhecia o que via no espelho, mas nada que o passar dos dias não resolvesse:

“Mudar faz parte da construção da personagem, eu gosto de construir essa identidade visual. Nos primeiros dias, me estranhei, mas depois seguiu tudo normal”, comentou a atriz.

As referências e orientações para a mudança das madeixas não vieram só da direção da trama. Segundo a atriz, ela gosta de participar dessa criação também:

“Eu sempre faço uma pesquisa e levo referências para a direção e para a equipe de caracterização”.

De todas as transformações que passou ao longo de sua carreira artística nesses 20 anos, ela disse não ter preferência por um estilo ou outro de cabelo:

“Adoro todos. Amo mudar, me divirto e a cada mudança vem coisas novas, estilos diferentes, então, é difícil escolher. O meu preferido sempre é o que estou usando no momento”.
Ícone de beleza, Paolla destacou que o que a faz se sentir deslumbrante vem de dentro para fora:

“Eu encontro muito da minha personalidade nos meus cabelos. Mas, como sempre digo, é se sentir poderosa, porque aí o seu cabelo, maquiagem e roupa terão muito mais a dizer!”.

Na trama, Virgínia é separada da mãe, Zenaide (Maeve Jinkings), ainda na infância e, após ser adotada por Otávio (José de Abreu) e Beatriz (Natália do Vale), muda do Espírito Santo para São Paulo e se torna a maior influenciadora digital do país.

“A Virginia nasce no Espírito Santo, é abandonada aos 5 anos com a irmã e adotada por uma família rica de São Paulo. Cresce e se torna uma blogueira famosa. Tem personalidade, é chique, caráter muito bem definido e no lugar”, descreveu a atriz.

Para ajudar a compor essa celebridade da internet, a atriz está tendo consultoria de Camila Coutinho, uma das primeiras blogueiras de moda do Brasil.

“Adorei que ela me procurou para esse laboratório. Paolla quis saber mais sobre a essência da profissão. Estreitamos os laços e está sendo ótimo”, vibrou Camila.

A novela é escrita por Walcyr Carrasco e tem direção artística de Amora Mautner. A previsão de estreia é para o primeiro semestre deste ano e, quando for ao ar, será dividida em prólogo, primeira e segunda fases.