Para a história: Tríplice Coroa x título inédito no maior clássico que MG já viu

mineirao_1

Chegou o grande dia. Depois de duas semanas que pareciam intermináveis, o maior clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG na história será disputado nesta quarta-feira no Mineirão, às 22h (de Brasília). Vale o título da Copa do Brasil de 2014. Mais do que isso: vale ser campeão sobre o arquirrival na primeira decisão de âmbito nacional entre as equipes. O primeiro capítulo foi escrito no Independência, em 12 de novembro, e o Atlético-MG abriu vantagem ao vencer por 2 a 0. Para a Raposa inverter a situação, precisará vencer por três gols de diferença, enquanto o Galo pode até perder por um gol – ou até dois, desde que marque. Novo 2 a 0, mas desta vez para o time de Marcelo Oliveira, leva a decisão aos pênaltis.

Em desvantagem, mas dentro de casa, os jogadores do Cruzeiro estão mais desgastados fisicamente, já que não foram poupados no projeto – bem-sucedido – de conquistar o título do Brasileirão antes da final. Porém, têm motivos de sobra para deixar as últimas energias do ano dentro das quatro linhas. Afinal, trata-se da chance de fazer do time o maior campeão da Copa do Brasil, com cinco títulos (contra quatro do Grêmio), e ganhar a segunda Tríplice Coroa, repetindo 2003.

Com o placar favorável, depois de passar pelas quartas de final e semifinal de forma impressionante (levando 2 a 0 de Corinthians e Flamengo no primeiro jogo e fazendo 4 a 1 na volta), o Atlético-MG, time do impossível, sonha com a primeira Copa do Brasil de sua história. Depois de um início de ano ruim, deu a volta por cima sob o comando de Levir Culpi. O Galo entrará em campo com a chance de carimbar a faixa do rival no jogo seguinte ao título nacional e reafirmar para os torcedores que o Mineirão é o seu salão de festas. No estádio, desde sua reabertura, já foram conquistados um Mineiro, uma Libertadores e a Recopa Sul-Americana.

A responsabilidade de apitar o duelo decisivo será do paulista Luiz Flávio de Oliveira (Fifa), auxiliado por Marcelo Van Gasse e Emerson de Carvalho. A TV Globo transmite ao vivo para todo o Brasil, menos para o estado de São Paulo. O SporTV exibe a decisão para todo o país. O GloboEsporte.com acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos, a partir das 19h.

Fonte: GE