Para presidência da Assembleia, mulheres não arredam o pé de votar em Josué

O ditado popular “mulher quando decide, não arreda o pé” caiu como uma luva na eleição para a Presidência da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), prevista para o dia 1º de fevereiro. As quatro parlamentares eleitas para o Legislativo nas eleições de 2018 – Alessandra Campêlo (MDB), Dra Mayara Pinheiro (PP), Therezinha Ruiz (PSDB) e Joana D´arc (PR) – já “fincaram o pé” e continuam afirmando que não abrem mão do voto no deputado estadual Josué Neto (PSD).

Elas são aliadas de primeira hora do deputado Josué Neto e nada as fizeram recuar…Mesmo enfrentando pressão político-partidária e ataques de todos os lados, elas garantiram que respeitam as siglas partidárias das quais fazem parte, mas reafirmaram a independência de suas vozes e votos para apoiar a candidatura de Josué à presidência do Parlamento. A deputada estadual Alessandra Campêlo – reeleita para a ALE-AM – ressaltou, ainda, que as relações políticas vivem um novo momento no Brasil e no Amazonas no qual a população clama por mudanças e espera pelo novo.

“Entre as candidaturas postas à presidência da Casa, o Josué é o que melhor representa o novo. Ele une a experiência com o vigor da sua juventude e isso pode representar para a população um sinal claro de mudança. Não estou apoiando uma pessoa, mas um projeto que nós estamos construindo juntos”, disse a parlamentar.

Ela ainda relembrou a postura democrática do deputado que, quando foi presidente da Assembleia, abriu espaço para todos os colegas deputados, mesmo os que faziam oposição. “Quando fui deputada durante a Presidência do Josué, embora fizesse oposição muito contundente, ele sempre me deu apoio e todas as ferramentas para eu trabalhar as minhas pautas dentro das comissões.  Nunca sofri nenhum tipo de discriminação por parte dele”, contou Alessandra.

Por falar de experiência, destaca-se entre as parlamentares a vereadora Therezinha Ruiz experiente na vida pública e política . Ela não só declarou voto a Josué Neto como o fez para quem quisesse ver e ouvir no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM). Ela foi eleita para a ALE-AM e disse que sua primeira ação como deputada será votar em Josué. “Ele tem meu voto declarado porque além do apoio durante sua gestão, sua experiência em presidir a Casa permitirá que faça um bom trabalho. Sem dúvida Josué é a melhor opção, tem meu apoio juntamente com as demais colegas e estamos torcendo para que sua próxima gestão seja bem sucedida”, afirmou Terezinha Ruiz.

Juventude também quer Josué

A  vice-prefeita de Coari e deputada estadual eleita com nada menos do que 50,8 mil votos – a campeã do pleito, Dra Mayara Pinheiro (PP), fez questão de ressaltar que a escolha de Josué Neto para a Presidência da Assembleia é pautada no compromisso de dar espaço aos deputados recém-eleitos.

“Ele é conciliador e tem demonstrado respeito a quem pensa diferente, qualidade fundamental para dirigir uma Casa tão plural quanto a Assembleia. Precisamos dar oportunidade às novas gerações para também dar sua contribuição. A população deu esse exemplo nas eleições e o momento de apostar no novo é agora. Acredito que Josué irá contribuir muito através da experiência que já teve como presidente e com sua sensibilidade ante os tempos atuais”, disse. .

Em um cenário no qual parlamentares passam por cima de princípios em prol de seus interesses, onde a troca de favores é o trampolim para cargos e indicações, onde a legislação é colocada dentro das gavetas e cumprem-se acordos escabrosos que desrespeitam não só a Constituição, mas a população, Josué Neto tem despontado como sinônimo de respeito, transparência e independência.

“Meu voto ao Josué foi decidido porque ele tratou a mim e aos colegas novatos com respeito. Não atravessou nenhum de nós, nem passou por cima para conquistar o voto. Além disso, eu me identifico com as propostas de um Poder Legislativo independente, inovador e com decisões compartilhadas, bandeiras do Josué Neto. Ele é a opção que representa o esperado nesse momento de transformação política”, reafirmou a vereadora e deputada eleita Joana D´Arc (PR).