Para roubar, ele matou um adolescente e esfaqueou outras duas pessoas dentro do terminal de ônibus

Ladrão Terninal 1

Já está preso, Marcelino Douglas Ferraz, 22 anos, acusado de matar a facadas um adolescente de 17 anos, dentro do Terminal 4 (T4), situado na Avenida Camapuã, bairro Novo Aleixo, Zona Norte que tentou defender seus familiares, durante um assalto. Marcelino foi preso por policiais da delegacia especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), na sexta-feira passada (12), em cumprimento a mandado de prisão expedido pela juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma de Oliveira.

Ladrão Terninal delegadoDe acordo com o delegado, as investigações mostraram que, no dia do crime, Jhonathas estava na companhia da esposa, Camila de Souza Rodrigues, 20; da mãe dele, Maria Pinheiro da Silva, 65; do irmão Gerlon da Silva Souza, 26; e de uma sobrinha de 10 anos. Eles subiam a rampa do terminal quando Marcelino teria se aproximado de Maria e tentado roubar a bolsa dela.

“A idosa teria se negado a entregar a bolsa e Marcelino a esfaqueou nas costas. Gerlon então travou luta corporal com o infrator e foi golpeado no braço esquerdo, ouvido direito e pescoço. Em seguida, o adolescente Jhonathas interveio e, neste momento, outro indivíduo teria se aproximado e agredido Gerlon, enquanto Marcelino brigava com o adolescente. Jhonathas acabou esfaqueado por Marcelino. Logo depois os dois infratores fugiram do local em direção a um posto de combustível”, explicou Luiz Rocha.

O delegado disse, ainda, que a dupla estava na companhia de duas adolescentes e que uma delas seria namorada de Marcelino. A garota será ouvida na especializada e encaminhada para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). Rocha declarou que durante depoimento as vítimas relataram que uma das meninas roubou um celular Samsung, de cor branca pertencente à Camila. O aparelho estava com a criança de 10 anos.

Jhonathas, a mãe dele e o irmão foram encaminhados ao Hospital e Pronto-Socorro Doutor Aristóteles Platão Bezerra de Araújo, na zona Leste, onde receberam atendimento médico. O adolescente não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte, por volta das 7h.

Luiz Rocha informa que todos os infratores envolvidos na ação criminosa já foram identificados pela polícia. Marcelino, segundo o delegado, não possui passagem pela polícia e o crime ocorreu porque os infratores viram na ocasião uma oportunidade. “Eles estavam vindo de uma banda de Carnaval, no Centro da cidade, e julgaram que seria fácil subtrair a bolsa da idosa. As investigações em torno deste caso irão continuar para que possamos chegar ao comparsa de Marcelino”, enfatizou.

Conduzido à DEHS, Marcelino foi indiciado por latrocínio. Ao término dos procedimentos legais ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Fotos: Sérgio Augusto / Assessoria de Imprensa da PC-AM