Paratletas do Amazonas quebram recorde e conquistam medalhas em circuito nacional

Dois ouros, duas pratas e quebra de recorde, foram o saldo que os paratletas amazonenses conquistaram na 2º Fase Nacional de Halterofilismo do Circuito Brasil Loterias Caixa. A equipe faz parte do Centro de Treinamento e Alto Rendimento da Amazônia (CTARA). Ao todo, seis paratletas participaram da competição, que aconteceu na semana passada, em Goiânia (GO).

De acordo com o presidente da Federação de Esportes Paralímpicos do Amazonas (Fepam), Getúlio Filho, que também é técnico da equipe, a preparação foi bastante intensa. “Os trabalhos se iniciam às 7h30 e finalizam às 10h30, de segunda à sexta-feira. A academia é do Comitê Paralímpico Brasileiro e possui todas as adaptações necessárias para os treinamentos de nossos atletas. Tivemos um bom resultado na competição e agora vamos focar nos próximos desafios”, disse.

O paratleta Lucas Santos, de 16 anos, competiu na categoria até 49kg e trouxe na bagagem duas medalhas de ouro. “Estou muito feliz com mais estas conquistas e a sensação que tenho é que o trabalho que estamos fazendo realmente está valendo à pena. Espero que continuemos nessa trajetória e a partir de agora vou começar a preparação para a 3º fase Nacional de Halterofilismo, que será em junho”, afirmou.

Resultado da 2º Fase Nacional de Halterofilismo do Circuito Brasil Loterias Caixa:

  • Lucas Santos (até 49kg), obteve o 1º lugar Júnior, levantando 105kg, batendo o recorde das Américas Júnior e Brasileiro Júnior e 1º lugar Adulto, com a marca de 105kg.
  • Davi Lemos (até 59kg), 5º lugar e estreiando na competição e fazendo sua melhora marca, 85kg.
  • Vanessa da Silva (até 65kg), conquistou o 4º lugar, levantando 50kg e fazendo sua melhor marca na competição.
  • Najara Bentes (até 65kg), faturou o 2º lugar, levantando 65kg e conquistando a classificação para o cameponato brasileiro da modalidade.
  • Daniel Ferreira (até 72kg), conquistou o 2º lugar na categoria Júnior ao levantar 82kg.
  • Carlos Cézar (até 72kg), que não obteve resultado nesta competição, mas já está classificado para o Brasileiro Paralímpico da modalidade.