Anúncio Advertisement

Parlamentares buscam hospital veterinário de baixo custo para o AM

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PSD) e a deputada Joana Darc (PR) estiveram, na última sexta-feira (15), no Hospital Veterinário da Universidade Estadual do Ceará (UECE) para colher informações técnicas e exemplos de políticas públicas de proteção aos animais que podem ser implantadas no Amazonas, entre elas um Hospital Veterinário.

“Aprendemos muito com essa experiência aqui no Hospital Veterinário da Universidade do Ceará. Existe a vontade política de ampliar esse cuidado com os animais, porque também é uma forma de cuidar da população. A dificuldade vai ser a questão financeira, mas existem parcerias com universidades públicas e privadas que podem facilitar muito esse processo”, afirmou.

Segundo Josué, a visita faz parte das ações da Comissão de Meio Ambiente, Proteção aos Animais e Desenvolvimento Sustentável da Aleam, criada através de um projeto de autoria dele, e que hoje é presidida pela deputada Joana Darc. Ele disse ainda que já existe a vontade de alguns parlamentares de destinar recursos através de emendas impositivas para essas ações.

O Hospital Veterinário da UECE é mantido pela Universidade através do curso de Veterinária, servindo de campo para o desenvolvimento dos alunos da Universidade. Na unidade são realizadas cirurgias e atendimentos de casos de emergências, como de animais vítimas de atropelamento. O atendimento no hospital veterinário da UECE não é gratuito, mas os preços praticados são inferiores ao do mercado convencional.

A deputada Joana Darc informou que o objetivo é visitar vários hospitais que, assim como o Hospital Veterinário da UECE, podem servir de exemplo para o Amazonas.

“Estamos estudando vários modelos para ver o que melhor se adéqua a nossa realidade. Sabemos que quando cuidamos da saúde dos animais estamos cuidando da saúde de nós seres humanos também. Precisamos criar essas políticas públicas, reduzir a quantidade de animais nas ruas e dar atendimento digno a vida de um animalzinho”, disse.

Com informações da assessoria do presidente da Aleam.