Pazuello culpa White Martins e Governo do Amazonas por falta de oxigênio; assista

 

Em seu segundo dia de depoimento à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello afirmou que a crise do oxigênio, que ocasionou a morte de centenas de amazonenses nas primeiras semanas de janeiro deste ano, foi causada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e fornecedora do insumo, White Martins.

A declaração foi feita após o senador Eduardo Braga (MDB) perguntar ao ex-ministro quem era o responsável por tantas mortes de amazonenses.

De acordo com Eduardo Pazuello, cabia ao estado acompanhar a situação do oxigênio no Amazonas. Ao mesmo tempo, o ex-ministro também apontou que a empresa White Martins não avisou que o oxigênio que estava sendo usado era o da reserva.

“Nós somos (Ministério da Saúde) abastecidos pelas informações das secretarias do Amazonas e isso não foi nos avisado previamente. O problema começou a ser agilmente solucionado pelo Ministério durante as visitas a Manaus, no dia 10 e 11 janeiro”, apontou Pazuello.