PC identifica uma tonelada de alimentos impróprios para consumo em supermercado de Manaus

O empresário Israel Ribeiro de Souza, 45, foi preso em flagrante pela Polícia Civil por manter uma tonelada de alimentos impróprios para o consumo no estabelecimento comercial dele, no bairro São José Operário, na zona Leste de Manaus.

A prisão foi realizada por policiais da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon) durante a operação “Super Respeito ao Consumidor”, na sexta-feira (7).

Os alimentos que foram apreendidos apresentavam prazo de validade vencido, não possuíam rotulagem adequada, além de não possuir condições adequadas de estrutura, ventilação e higienização para armazenamento e manipulação dos alimentos.

Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o empresário ficará à disposição da Justiça.

Participaram dos trabalhos os promotores de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE-AM) Otávio Gomes e Sheyla Andrade, respectivamente da 51ª e 81ª Promotorias de Justiça Especializadas na Proteção e Defesa do Consumidor; o tenente-coronel doCorpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBMAM), Sulemar Barroso; o coordenador da Ouvidoria Municipal e doPrograma de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon Manaus), Rodrigo Guedes; o gerente de Contrato Técnico do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), José Itamar de Souto, além de servidores da Vigilância Sanitária Municipal de Saúde (Visa Manaus).

Com informações da Polícia Civil.