PC prende 74 pessoas por dívida de pensão alimentícia

A Polícia Civil do Amazonas cumpriu 74 mandados de prisão durante a operação “Ceia Feliz”, deflagrada na segunda-feira (10), com objetivo de prender pessoas por dívida de pensão alimentícia. Entre eles, há duas mães e um homem que chegou a acumular uma dívida de R$ 200 mil.

Nesta segunda, foram apresentados 32 presos. De acordo com a Polícia Civil, os demais foram soltos após o pagamento dos valores atrasados. As dívidas variam no valor que vão de R$ 1 mil até R$200 mil.

“Nessa operação foram presas 74 pessoas que estavam devendo pensão alimentícia. A Polinter é responsável em receber esses mandados da Justiça. Nós recebemos também, na nossa base, as mães dos menores que nos ajudam a localizar os pais devedores. Inclusive não é só pai. Nós também tivemos alvos mulheres. Apesar de serem raros os casos, existem mulheres devedoras de pensão”, disse a titular da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter, Fernanda Antonucci.

Os mandados foram cumpridos em todas as Zonas da capital e mais pessoas devem ser presas até o final dessa sexta-feira (14), segundo a Polícia Civil. Após os procedimentos cabíveis, os presos serão levados para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).