PC prende acusado de participar na morte de mulher a tiros em Manaus

Fábio de Souza dos Santos, mais conhecido como “Fábio Fake”, 25, foi preso pela equipe de investigação do 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), por envolvimento na morte de Mirvane Silva de Souza, de 47 anos. O crime ocorreu nesse domingo (22), na avenida Laguna, bairro Nova Esperança, Zona Leste de Manaus.

De acordo com a delegado Aldeney Goes, Mirvane caminhava nas proximidades de um campo de futebol quando Zinho Ijuma Rozeno, 27, que foi preso em flagrante por policiais militares, recebeu a informação do paradeiro dela e acionou Fábio para matá-la. Segundo o delegado, a dupla se deslocou ao lugar do delito e alvejou a vítima com cinco disparos de arma de fogo.

“Zinho foi preso em flagrante por policiais militares, cabendo à equipe de investigação do 19° DIP elucidar o segundo envolvido no crime e a motivação do delito. Durante toda a manhã de segunda-feira (23), ouvimos testemunhas que nos informaram que Fábio e Zinho foram vistos com a vítima minutos antes dela ser alvejada pelos disparos. Conforme as diligências, podemos dizer que Mirvane foi interceptada e os infratores tentaram levá-la para outro lugar para cometer o delito”, relatou Goes.

O titular do 19° DIP explicou que, pela localização dos disparos da arma de fogo, que atingiram as costas de Mirvane, a vítima teria tentado fugir, mas não teve chance de defesa. Góes destacou que imediatamente foi representado à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome de Fábio.

A ordem judicial foi expedida ainda na última segunda (23), pela juíza Patrícia Macêdo de Campos, no Plantão Criminal, e o infrator foi preso por volta das 11h, em uma casa situada na rua Espírito Santo, bairro Lírio do Vale, da zona mencionada, onde ele estava se escondendo.

Motivação

Aldeney Goes informou que, a princípio, a motivação do crime seria uma vingança pessoal de Zinho contra a vítima, pelo fato de ter supostamente sido espancado a mando da vítima. “As nossas investigações nos conduzem a dizer que essa é uma verdade parcial. A causa da morte seria disputa territorial por áreas de tráfico de drogas. Acreditamos que a dupla recebeu ordens superiores para matar a vítima e a vingança pessoal foi apenas um detalhe do caso”, disse.

Procedimentos

Fábio foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no 19° DIP, ele será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá ficar à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria da PC-AM.