PC prende “Thiago Mineiro” apontado como líder de facção criminosa no AM

Foto: Reprodução

Thiago Monteiro da Silva, de 35 anos, conhecido como “Thiago Mineiro” e sua companheira Stheffany Barbosa Vasconcelos, de 27 anos, tiveram seus mandados de prisão temporária cumpridos, nesta quarta-feira (3), pelos policiais civis do Departamento de Repressão do Crime Organizado (DRCO).

Em coletiva de imprensa, o delegado Rafael Allemand, diretor do DRCO, disse que “Thiago Mineiro” é apontado como o maior de distribuidor de drogas e um dos líderes de uma facção criminosa no Estado.

“Ele era um dos traficantes mais importantes desta organização criminosa, tendo em vista que além de ter contato com traficantes de outros estado e outros países, ele era responsável por abastecer todo o Amazonas e estados do Nordeste e Sul com drogas que vinham da Colômbia e Peru”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o acusado é responsável por fazer toda a lavagem de dinheiro dessa organização criminosa, no entanto, nunca chamou atenção, e pouco aparecia em locais públicos.

“Ele não tem nada no nome dele, tudo o que ele tinha de bens era no nome de terceiros. Essas pessoas que ajudaram cedendo seus nomes para ajudar Thiago Mineiro serão investigadas também por lavagem de dinheiro”, contou o delegado.

Já a sua companheira Stheffany Barbosa, foi alvo da investigação também por suspeita de associação criminosa tendo em vista os indícios de participação em lavagens de dinheiro. A investigação da polícia civil levantou que, um apartamento avaliado em R$ 700 mil, localizado em Fortaleza foi comprado no nome de Sthefanny.

Durante a ação foram apreendidos dois veículos, além de uma quantia em dinheiro, sete celulares e várias jóias.