“Peço a Deus estar com vocês em 2023”, diz Bolsonaro a cadetes

 

blank

reprodução internet

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou a cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) que espera estar presente na formatura da turma em 2023.

O presidente fez a declaração em discurso, durante a cerimônia de entrega de espadim aos cadetes da turma “Centenário da Missão Militar Francesa no Brasil”, neste sábado (17/10), na cidade de Resende (RJ).

Segundo Bolsonaro, as Forças Armadas têm a missão de preservar a liberdade, ao lado do povo. “Bem maior de uma nação. Maior até do que a própria vida. Porque o homem, sem liberdade, não vive”, destacou.

No discurso, Bolsonaro destacou que candidatou-se à presidência para defender a liberdade. “Tínhamos que mudar o destino do Brasil. Estávamos indo para perder a nossa liberdade”, assinalou.

Sem citar os nomes dos países, declarou que as Forças Armadas de uma nação mais ao norte “enveredou” por outro caminho. “A liberdade, aquele povo nosso irmão perdeu”, afirmou. “Mais ao sul, um outro país parece querer enveredar pelo mesmo caminho. Peço a Deus que esteja errado. Peço a Deus que salve os nossos irmãos mais ao sul”, comentou.

Participaram do evento o vice-presidente, Hamilton Mourão, o ministro-chefe da Casa Civil, general Walter Braga Netto, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.