Pedido de CPI para investigar Brumadinho é protocolado na Câmara

Um pedido de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar as circunstâncias do rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG) foi protocolado nesta segunda-feira (4) na Câmara dos Deputados, em Brasília.

O requerimento da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) conta com mais de 200 assinaturas, segundo a parlamentar. Para que uma CPI seja instalada, é necessário o apoio de ao menos um terço da Casa -ou seja, 171 deputados.

Segundo o texto, que também é assinado por Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) e Carlos Sampaio (PSDB-SP), “a investigação será delimitada a todas as circunstâncias técnicas e de gestão que contribuíram para a tragédia, apurar as responsabilidades e avaliar formas de minorar os riscos da ocorrência de novos acidentes em barragens”.

“A catástrofe humana e ambiental aponta uma possível ocorrência de erros técnicos e omissões na construção, no alteamento e na manutenção periódica da barragem, com possíveis falhas em sua fiscalização, de responsabilidade dos órgãos públicos e da própria mineradora Vale S.A.”, diz o requerimento.

O rompimento da barragem no dia 25 de janeiro já causou a morte de 134 pessoas, em número atualizado nesta segunda (4). Outras 199 pessoas continuam desaparecidas.