Pedido de impeachment de Wilson Lima e Carlos Almeida volta à Aleam com novas evidências

Foto: Aleam

O presidente do Conselho Regional de Administração do Amazonas (CRA-AM), Inácio Guedes, e o presidente do Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), Francisco de Assis Mourão Júnior, apresentaram um novo pedido de impeachment na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) contra o governador Wilson Lima (PSC) e o vice-governador Carlos Almeida (PTB). (Veja os documentos no final da matéria)

O documento que foi protocolado, nessa terça-feira (17), na Aleam, aponta novos fatos, após os depoimentos de ex-secretários do Governo que foram alvos da Operação Sangria. O pedido vai ser encaminhado à Procuradoria da Casa Legislativa.

No processo estão anexados documentos pessoais, dossiê com matérias, inquérito policial e decisões judiciais, além de depoimentos dos envolvidos, para reforçar o pedido de afastamento de Wilson Lima e Carlos Almeida, dada à “farta comprovação da prática de crime de responsabilidade e improbidade administrativa”. 

“Fizemos uma complementação utilizando dados da PGR e STF do que ocorreu na Operação Sangria”, disse Mourão, ao ressaltar que a sociedade não pode aceitar a corrupção. 

De acordo com Mourão Júnior, a denúncia é motivada, principalmente, pelo respeito à sociedade amazonense, principalmente, neste momento crucial de pandemia. 

“Para o efeito de colocar fim a situação caótica, vexatória, vergonhosa em que se encontra o Estado que deixa todos os cidadãos descrentes em relação aos poderes que regem a República Brasileira, que a tão sonhada justiça seja feita e que o Estado do Amazonas saia da lama em que está afundado e que essa Casa, que representa os anseios da população do Amazonas, possa dar a resposta que a sociedade espera!”, menciona o documento.

Um processo de afastamento do governador e seu vice, ingressado pelo presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas, Mário Vianna, foi arquivado em agosto pela Assembleia Legislativa, tendo o aval dos parlamentares que em sua maioria são da base do governo. 

Veja os documentos:

Pedido-governador-1
Pedido-governador-2
Pedido-vice-governador-1
Pedido-vice-governador-2