Pego na Lambança: Pesquisa Projeta/A Crítica foi feita por empresa desconhecida de funcionário de Josué Neto

pesquisa-furada-1A Crítica publicou, neste domingo, pesquisa eleitoral encomendada pelo jornal e realizada por uma empresa desconhecida, criada no ano passado, a consultoria M P Valin, com sede em Presidente Figueiredo.

No resultado, nenhuma novidade. Artur Neto continua liderando as intenções de voto, com o dobro do segundo colocado, o candidato Marcelo Ramos. No entanto, diferente de todas as pesquisas divulgadas anteriormente por institutos renomados nacionalmente, que mostram larga vantagem de Arthur no primeiro e segundo turno, a pesquisa da tal Projeta empurra Marcelo para uma posição em que ele não está levando “capote” do prefeito. A pesquisa aponta Marcelo Ramos praticamente empatado no segundo turno com Artur Neto, com uma diferença de apenas 3 pontos.

O curioso, se é que se pode chamar assim, desta pesquisa é que a empresa contratada, a Projeta – nome fantasia M P VALIN pertence a Marcel Paredes Valin, funcionário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, como anuncia publicamente o proprietário em seu perfil pessoal no Facebook.

Além disso, a M P Valin não possui site, perfil nas redes sociais ou canal oficial para indicar outras pesquisas realizadas ou portfólio da empresa. Ninguém nunca ouviu falar do tal instituto de pesquisa ou de qualquer pesquisa feita anteriormente pela empresa. Porém, diferente de outras eleições para prefeito e governador onde candidatos utilizaram do mesmíssimo expediente para ludibriar a opinião pública, desta vez foram pego na lambança.

pesquisa-furada-doc-1

pesquisa-furada-doc-2