Pela primeira vez em sete anos, comunidade Lago Azul 2 recebe serviços completos de infraestrutura

Com aproximadamente sete anos de existência, a comunidade Lago Azul 2, no bairro Santa Etelvina, zona Norte, recebe a implantação de uma rede de drenagem profunda e superficial, terraplanagem e asfaltamento em 13 vias, pela primeira vez. Todos os serviços são realizados pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). A nova realidade permite aos moradores usufruírem de serviços como fornecimento de água tratada, transporte coletivo, tráfego de veículos, coleta de lixo e outros.

De acordo com informações da secretaria, os trabalhos na comunidade já foram iniciados na rua Acará, onde mais de 15 trabalhadores da Seminf, três retroescavadeiras e caminhões auxiliam no trabalho de drenagem profunda com a implantação de canalização para dar a vazão correta das águas pluviais. Sequencialmente, a via receberá a terraplanagem, que vai preparar as ruas para receberem, pela primeira, vez massa asfáltica.

“É um trabalho mais lento. O local não tem infraestrutura nenhuma, o solo é natural. Já estive na comunidade ouvindo as necessidades dos moradores e não precisou de estudo para notar que o bairro carece de infraestrutura. Por isso, juntamente com o prefeito Arthur Neto, selamos o compromisso de levar melhorias à comunidade para que os moradores, assim como os que residem na área urbana, também tenham boas condições de vida e segurança”, declarou o prefeito em exercício e secretário da Seminf, Marcos Rotta.

Há cinco anos morando no local, Socorro Souza da Silva assiste da janela da sua casa, a rua do Acará, antigo ramal, transformar-se em via urbanizada, iluminada e acessível aos quase mil moradores que residem na área. A obra, que era um desejo antigo da dona Socorro, agora passou a ser concretizada. ”Parece um sonho. Aqui todos são muito humildes e ter essa atenção me deixa muito crente em dias melhores para todos. Poder dizer que moro em um bairro com toda essa infraestrutura era meu maior sonho, estou feliz”, concluiu.

Fotos: Altemar Alcântara / Semcom