Pela quarta vez, secretário de Saúde não atende convocação da Assembléia Legislativa e sequer justifica ausência

pedro-elias-capa

Pela quarta vez em menos de dez dias, o secretário de Saúde do Amazonas, Pedro Elias, deu um “não tô nem aí” para a convocação feita pela Assembleia Legislativa do Estado (ALEAM), para prestar esclarecimentos sobre os desvios de recursos da saúde pública e o caos que se instalou no setor. Vale ressaltar que o requerimento de convocação do secretário foi deferido pela própria Mesa Diretora da Casa – ler presidente, deputado Josué Neto – depois que o autor da proposta, o deputado petista José Ricardo, fez o maior estardalhaço porque a propositura não era posta à apreciação do plenário – aquela “mágica” que a gente já conhece do documento sumir.

Mas, apesar do próprio presidente do Poder Legislativo, Josué Neto, ter apoiado a convocação do secretário Pedro Elias, ele nem tocou no assunto na sessão plenária desta terça-feira (11) – o que a gente chama popularmente de comer abiu. Outro deputado que, apesar de sempre ter explicação pra tudo, entrou mudo e saiu calado sobre a ausência do secretário foi o líder do Governo de Melo na Assembleia, deputado Davi Almeida. Ele ficou pouquíssimo tempo em plenário e depois sumiu.

David Almeida (PSD), já havia anunciado, várias vezes, a ida do secretário à ALEAM. Ele foi criticado por parlamentares que esperavam que, enfim, Pedro Elias explicasse aos deputados e à sociedade, como está o imbróglio na saúde pública.

Da tribuna, José Ricardo criticou a ausência de David Almeida, salientando que o secretário da Susam não teria nem justificado através do líder do governo. De acordo com Alessandra Campelo, o secretário de saúde não deu justificativa para a ausência. Ela disse ainda que, quando há uma justificativa, ele informa que está ‘resolvendo problemas’.

“Não sei que problema é esse que ele diz estar resolvendo, porque não resolve nada”, disse Alessandra ao acrescentar. “Era para o secretário ter vindo na quinta-feira, na sexta-feira, ficou para segunda-feira e não veio, é hoje fez a mesma coisa. Pedro Elias é um fujão”, comentou.

Questionada sobre a passividade dos aliados do governo, Alessandra disse que além de ‘fujão’, Pedro Elias é ‘medroso’ e os deputados não fazem nada contra o que ela classificou como desrespeito.

“O que acontece é que hoje a Casa está ajoelhada aos pés da Susam e não tem sequer poder algum de convocar um secretário. Essa é a realidade da Assembleia hoje, infelizmente”, lamentou Alessandra.

Para o deputado Augusto Ferraz (Dem), chamar o secretário de ‘fujão’ é um exagero. No entanto, mesmo sendo da base do governo, ele afirmou que a deputada Alessandra tem razão em cobrar a presença do secretário de saúde do governo Melo para explicar os rombos do dinheiro público que seriam para medicamentos e hospitais do Estado.