Perversidade: Ong Pata socorre 26 cães trancados em uma casa famintos e doentes

Cães Socorridos

Em uma casa que deveria ser um abrigo para cães, 26 animais eram mantidos trancados, desnutridos e doentes. Eles foram socorridos neste domingo (28) por uma equipe da Organização Não Governamental (Ong) Proteção, Adoção e Tratamento Animal (Pata), em uma casa localizada no bairro Lírio do Vale, na Zona Oeste. A ong chegou até os animais após uma série de denúncias realizadas via Facebook, no perfil da entidade.

De acordo com a presidente da Pata, Joana Darc Cordeiro, a princípio o grupo iria apenas jogar ração para os animais, por cima do muro. Mas após constatar que os mesmos se encontravam sem água, comida e em situação degradante, eles decidiram invadir o local, para cuidar dos animais.

“A Constituição Federal nos autoriza a fazer esse procedimento quando está acontecendo um crime de maus tratos ou o animal se encontra em estado de aflição”, explica Joana Darc.

Segundo ela, em uma das denúncias feitas ao grupo, por meio de um vídeo, dois cãezinhos visivelmente desnutridos comem um animal morto, já em estado de decomposição. O local em que os 26 cachorros estavam servia de abrigo, e era mantido por Shirley de Oliveira, que se identificou como “protetora” de animais ao grupo de voluntários da Pata. O espaço estava abandonado e sujo.

Entretanto, no local a equipe da ong pôde constatar que além de alguns dos cães estarem desnutridos, outros estavam mantidos dentro de um canil, sem água ou comida, e alguns doentes e sem forças para se movimentar.

Como os cães não foram retirados do espaço, foi feito um acordo extrajudicial, explica Jana Darc, no qual a ong se comprometeu em ajudar a cuidar, tratar e preparar os animais para um posterior processo de adoção. “Apesar do acordo extrajudicial, o processo criminal contra a protetora terá continuidade. “A medida foi a melhor solução para o momento, o importante agora é cuidar desses animais”, informa.

No local a equipe fez um mutirão de limpeza, além de deixar ração para os animais. Todos os dias um voluntários da Pata irá ao local, para saber como os animais estão sendo mantidos , “Precisamos de recursos para ajudar na manutenção dos cães. A pessoa pode ajudar como voluntário da ong, por meio de doação de ração, material de limpeza, ou mesmo adotando um deles. Na situação que estamos qualquer ajuda é bem vida”, destaca Cordeiro.

Ela também faz um alerta as pessoas que ajudam abrigos e protetores de   ani8mais para que visitem o local, sempre que possível, para saber onde e de que forma o dinheiro doado está sendo empregado e se o mesmo está sendo uti8lizado para a causa destinada.

Interessados em ajudar na recuperação dos 26 animais podem entrar em contato com a ong Pata pelos números 99270-5540 (Vanessa), 98145-1111 (Joana Darc) e 99221-3885 (Marcela).

Cães Socorridos 2