Petrobras abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Manaus; veja como se inscrever

O programa inclui salário mínimo integral, vale-transporte, 13º salário, férias, recolhimento de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e a possibilidade de adesão à assistência previdenciária

    Rio de Janeiro – Edifício sede da Petrobras no Centro do Rio. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

A Petrobras vai abrir, na próxima segunda-feira (18), 734 vagas para programa de jovem aprendiz e vai incluir Manaus nas cidades contempladas. O programa inclui salário mínimo integral, vale-transporte, 13º salário, férias, recolhimento de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e a possibilidade de adesão à assistência previdenciária da Petrobras (Petros).

A partir de segunda, jovens entre 14 e 22 anos podem se candidatar a uma das vagas do Programa Petrobras Jovem Aprendiz. As inscrições ficarão abertas de 18 a 22 de abril. O edital de seleção está disponível no link do programa.

É preciso comprovar matrícula e frequência escolar ou a conclusão do ensino médio. Há vagas reservadas para pessoas com deficiência, para adolescentes egressos do trabalho infantil e para adolescentes em situação de acolhimento institucional.

As oportunidades são para receber aulas de capacitação e desenvolver prática profissional no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), além de fazer visitas técnicas às instalações da Petrobras.

A jornada de aprendizagem é de 4 horas diárias, de segunda-feira a sexta-feira, por um período de 20 meses. O registro do contrato de aprendizagem na Carteira de Trabalho é feito pela Petrobras.

Serão selecionados jovens para cursos profissionalizantes em áreas como logística, administração, elétrica, tecnologia da informação, linha de produção, programação web, hidráulica, tubulação predial e mecânica, entre outras, de acordo com a localidade.

Vagas

As vagas desse terceiro ciclo do programa estão distribuídas entre 15 estados. As cidades contempladas são Maceió, Manaus, Salvador, Alagoinhas (BA), Fortaleza, Gama (DF), Vitória, Juiz de Fora, Três Lagoas (MS), Ipojuca (PE), Campo Largo (PR), Rio de Janeiro, Macaé (RJ), Duque de Caxias (RJ), São Gonçalo (RJ), Nova Iguaçu (RJ), Natal (RN), Canoas (RS), Aracaju, São Paulo, Paulínia (SP), Mauá (SP), Cubatão (SP), Santos e São José dos Campos (SP).

A figura do Jovem Aprendiz foi criada pela Lei 10.097/2000 e tem como objetivo promover a inclusão social de jovens por meio de qualificação profissional, inserir os jovens no mundo do trabalho e combater a evasão escolar e o trabalho infantil.