PF pede para o STF transferir à Justiça do Pará investigação que fez buscas em endereços de Ricardo Salles

Foto: Reprodução/Twitter

O delegado Franco Perazzoni pediu ao ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), o envio para a Justiça do Pará da operação Akuanduba, responsável por realizar busca e apreensão em endereços do então ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

Ao pedir a transferência do caso para o Pará, o delegado Perazzoni argumenta que Salles perdeu o foro privilegiado após pedir demissão e que a origem da madeira são reservas florestais em Altamira (PA).

Deflagrada em 19 de maio, a operação investiga um suposto esquema de facilitação de exportação ilegal de madeira do qual Salles faria parte.

A investigação teve início após as autoridades americanas enviarem ao Brasil indícios de conluio entre agentes públicos brasileiros e compradores americanos para legalizar carregamentos de madeira ilegal.