PF quer ouvir chefe de gabinete de Temer em inquérito da Odebrecht

A Polícia Federal (PF) quer ouvir a chefe de gabinete do presidente Michel Temer na investigação que apura suposto pagamento de R$ 10 milhões da Odebrecht ao MDB em 2014. Nara de Deus deve ser ouvida ainda neste mês pelos investigadores.

A chefe de gabinete de Temer é uma das assessores mais antigas do presidente, responsável pela agenda dele, com quem trabalha desde que ele era vice-presidente da República.

O inquérito da Odebrecht apura um jantar no Palácio do Jaburu, em 2014, quando teria sido discutida a partilha de R$ 10 milhões ao MDB. Segundo delatores, no jantar, estavam Temer, então vice-presidente, e Eliseu Padilha (atual ministro da Casa Civil), além de executivos da Odebrecht.

A investigação está no Supremo Tribunal Federal (STF), sob relatoria do ministro Edson Fachin.

Fonte: G1