PGR pede esclarecimentos ao governo do AM sobre doses de vacinas recebidas e não aplicadas

Foto:Divulgação

A Procuradoria-Geral da República (PGR) cobrou esclarecimentos ao governador do Amazonas, Wilson Lima, sobre a diferença entre o número de vacinas contra Covid-19 enviadas ao estado e o número de doses efetivamente aplicadas. O governador têm prazo de 10 dias para a resposta.

O documento enviado pelo Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia de Covid-19 (Giac), nessa quinta-feira (15), aponta que foram entregues um total de  1.218.775 doses ao Amazonas, e aplicadas apenas 557.968 doses. Segundo dados, até esta sexta-feira, mais de 12.352 pessoas morreram por Covid-19 no Amazonas.

Por meio do ofício, a PGR aponta que a campanha nacional de vacinação contra o vírus começou em 18 de janeiro deste ano e que pouco menos que a metade das doses enviadas foram aplicadas. Os dados apresentados pela Procuradoria são publicados pelo Ministério da Saúde e estão disponíveis na plataforma LocalizaSus.

Doses Aplicadas

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) informou nessa sexta-feira (16) que 709.154 doses foram aplicadas em todo o estado, sendo 523.982 de primeira dose e 185.172 de segunda dose.