Pitbull de rinha de cães em São Paulo ganha lar e vira “babá” de bebê

Foto: Reprodução R7

Quando os criadores falam que o problema não está na raça, mas na criação, aqui está a prova. Um cão da raça pitbull, que foi criado para rinhas de briga em São Paulo, foi resgatado, adotado por uma nova família e agora é quase que babá de bebê da casa.

Remus tem dez anos de idade e já está na família de Liz Taft há seis. Seu ex-dono foi preso e ele foi para um abrigo, mas era difícil adotá-lo por conta de sua agressividade. “Ele foi adotado duas vezes e voltou duas vezes para aquele abrigo antes de nós o pegarmos”, disse Liz.

Demorou para o velho Remus dar espaço a um novo cachorro, doce e amoroso. Taft ajudou Remus com seu medo, ansiedade de separação, agressividade e reatividade na presença de outros cães, mas ele superou tudo isso e hoje está longe de ser aquele cão feroz.

Foto: R7

Quando Liz engravidou, teve receio da reação de Remus com a sua filhinha, já que ele nunca tinha tido contato com crianças. Mal sabia ela que seus dois filhos, o de quatro patas e a bebê, se tornariam melhores amigos!

“Fomos super cautelosos no início, porque ele é muito grande. Então ele a encontrou através do portão e apenas a lambeu, e estava surpreendentemente calmo. Ele soube imediatamente que precisava ter cuidado com ela“, contou.

Dali em diante, foi muito amor envolvido. Remus passou a cuidar mesmo da menina e, sempre que ela chora, ele tenta fazer algo para acalmá-la, geralmente chamando a atenção de Taft para o choro da criança.

Agora, o pet aprendeu que toda vez que a mãe coloca a filha para mamar, ela se acalma. Então, o que ele faz? Ao ouvir seu choro, corre para pegar o travesseirinho de amamentação da pequena.

“Cada vez que ela chora, pegamos o travesseiro e eu a amamento e ela para de chorar. Ele parece ter associado aquele travesseiro com o fato de ela não estar mais chorando. Aí ele se deita aos meus pés enquanto amamento e lambe sua nuca quando ela chora“, contou Taft.

As atitudes do dog inspiraram a dona, que se tornou especialista certificada em comportamento canino, abrindo seu próprio negócio de treinamento de cães. Quem diria que um cachorro de rinha viraria babá! É isso o que o carinho e o afeto fazem. “Ele é o irmão mais velho perfeito para nossa filha“, finalizou Taft.