PL quer atendimento de policiais mulheres às vítimas de violência

As mulheres vítimas de violência sexual, física ou psicológica podem ganhar, em breve, o direito de serem atendidas por policiais do sexo feminino em qualquer Delegacia do Estado do Amazonas. O objetivo é oferecer atendimento especializado e mais humanizado, que facilite às mulheres denunciar seus agressores. O Projeto de Lei que garante esse tipo de atendimento foi apresentado na quarta-feira (13), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

De acordo com o autor do projeto, deputado estadual Fausto Jr. (PV), muitas mulheres sentem-se constrangidas em fazer denúncias para policiais homens. “As mulheres vítimas de violência não ficam à vontade para conversar com policiais do sexo masculino. Elas dizem que muitas vezes o atendimento é insensível e desumano”, explicou Fausto Jr.

Para resolver o problema, o Projeto de Lei obriga a Polícia Militar a oferecer atendimento por policiais mulheres nas delegacias, em plantão de 24 horas. “Vale ressaltar que nossa proposta não gera despesas à policia, uma vez que é possível oferecer o atendimento feminino apenas com uma simples reorganização administrativa”, acrescentou o deputado.

Com a aprovação do projeto, as mulheres terão à disposição mais espaços para denunciar agressões, ampliando os atendimentos já feitos pela Delegacia Especializada em Crimes Contra as Mulheres (DECCM).

Com informações da assessoria do deputado.