PM apreende lanchas, drogas e armas em operação contra piratas de rios

Foto: Divulgação

Durante quatro dias de operação policial, colhendo diversas informações acerca dos piratas de rio que atuam na região do Alto Solimões, policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar de Coari (a 363 quilômetros de Manaus) apreenderam lanchas, drogas e munições. A operação contou o apoio da Prefeitura que disponibilizou combustível para as embarcações utilizadas.

De acordo com o tenente-coronel da PM Pedro Moreira, que comandou a operação, após denúncias de que piratas estariam roubando lanchas com motores potentes nas cidades de Codajás, Tefé e Coari para serem usadas nas ações de pirataria, foi montada uma equipe policial para averiguar, identificar, localizar, prender os responsáveis, além de recuperar as embarcações.

Ao longo das diligências foram constatados que dois bandos (divididos em equipes) cometiam os delitos. Os infratores foram presos e identificados como Wugercirley, apelidado de “Gambiarra”; “Manel do Lago São Gabriel”; “Coca do Moura”; “Marquês do Piteira”; “Eliseu do Nazaré Pinheiro”; “Zulu do Moura”; “Chico Doca”; “Elcinho do Mangueirão”; “César Peruano”; “Pretinho”; “Jeová” e “Gordinho”.

Os dois bandos atuam em roubos nos rios Solimões, Copeá, Japurá, Ati Paraná, Tambaqui e Piteira, todos usando lanchas potentes e armamento pesado financiados por traficantes radicados na cidade de Coari.

Operação

Na terça-feira (19), por volta das 10h, próximo à Comunidade do Paracaúba, a equipe policial avistou um pequeno bote com quatro ocupantes, que abriram fogo ao notar a aproximação dos policiais e fugiram pela margem depois que os policiais revidaram. A embarcação abandonada foi apreendida, bem como o motor de popa e duas mochilas contendo vários volumes de 1 quilo de drogas e carregadores vazios de armas.

No mesmo dia, por volta das 13h, foram apreendidos três homens que trafegavam em uma canoa com motor rabeta próximo a Comunidade do São João do Moura. Com eles foram apreendidas duas espingardas, 10 (dez) cartuchos, uma porção de maconha do tipo skunk e R$ 200,00 em espécie.

Pouco depois, por volta das 15h, próximo à comunidade do rio Piteira, os policiais do 5º BPM localizaram duas lanchas de motores potentes, denominadas “Maria Eduarda” e “Lima Collor”, que haviam sido roubadas na idade de Tefé por elementos conhecidos por “Douglas” e “Dominguinhos do Piteira”. As embarcações foram repassadas à responsabilidade do 3º BPM de Tefé, que faziam buscas nos rios Tambaqui e Piteira, para serem restituídas aos proprietários.

Na quarta-feira (20), por volta das 11h30, os policiais militares do 5° BPM localizaram no rio Tambaqui, próximo à comunidade do Paraíso, outra lancha de alumínio, com motor de 250HP, que fora roubada no início do mês em Coari para ser usada na pirataria de rio. A embarcação teve a capota de alumínio removida com serras e foi escondida em um igarapé dentro da mata. No mesmo local, os piratas mantinham um acampamento improvisado, que foi desativado pela Polícia Militar.

Segundo informações, a lancha encontrada teria sido roubada em Coari/AM por um indivíduo conhecido por “Tote da Moisés Bezerra”, a mando de um traficante conhecido por “César Peruano” e guardada no local onde fora encontrada por um indivíduo conhecido por “Criso do Pêra City”.

O material apreendido e as embarcações foram apresentadas na 10ª Delegacia de Polícia Civil em Coari para os procedimentos cabíveis.

MATERIAL APRENDIDO

1 lancha “Maria Eduarda” com motor de popa 250HP, marca Suzuki, avaliada em R$ 120.000,00

1 lancha “Lima Collor”, com bote de fibra 150HP, avaliada em R$ 70.000,00

1 lancha, com bote de alumínio de 7 metros, equipada com motor Yamaha 250HP, avaliada em R$ 100.000,00

1 lancha, com bote de alumínio de 5 metros, equipada com motor Yamaha 15HP, avaliada em R$ 15.000,00

1 motor rabeta 7HP, marca Toyama, com a canoa, avaliadas em R$ 1.500,00

1 mochila marrom-escura, contendo 13 volumes de aproximadamente 1 quilo cada de drogas, sendo cinco quilos de clorodrato de cocaína (pó), avaliados em R$ 100.000,00; cinco quilos de pasta base de cocaína, avaliados em R$ 50.000; três volumes de maconha do tipo skunk, avaliadas em R$ 15.000,00; e 01 (um) documento de carteira de trabalho

1 mochila pequena de cor azul, que continha três volumes de drogas, sendo aproximadamente um quilo de maconha regional; e 1,5 quilo de maconha do tipo skunk, avaliados em R$ 10.000,00

1 aparelho celular, marca Samsung, modelo A7

1 mochila azul jeans, contendo uma porção de maconha do tipo skunk, de aproximadamente um quilo, avaliado em R$ 5.000,00; uma pequena porção de cloridrato de cocaína, e outra de maconha do tipo skunk; e dez cartuchos de espingarda calibre 20

1 espingarda calibre 16

1 espingarda calibre 20

1 carregador pistola calibre . 45 vazio

1  carregador pistola calibre 380 vazio

Com informações da PMAM.