PMs desqualificam informações oficiais e anunciam ao Radar nova mobilização e Assembleia Geral

greve-PM-convenções 1Desqualificando qualquer decisão que tenha sido tomada em reunião realizada pelo deputado Cabo Maciel, onde esteve presente a cúpula da Polícia Militar, e que foi divulgada à imprensa, nesta quarta-feira (21), através de release da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/AM), os praças da Polícia Militar enviaram ao Radar anúncio de uma nova mobilização a ser realizada no dia 24 de maio, no próximo sábado, com concentração no posto BR, na Avenida da Torres, de onde sairão em carreata até a Ulbra, para a realização da Assembleia Geral da categoria, às 10 horas.

Na Assembleia Geral, os praças da PM pretendem definir a proposta que será entregue ao governador do Estado, José Melo, com as bases para a evolução de carreira dos praças, e os critérios para promoções. Nas mensagens de mobilização da categoria, que também foram enviadas para o Radar, os praças da PM dizem que existe “um comando político que continua fazendo conchavos com o claro objetivo de atrasar a concessão das reivindicações que os praças conquistaram por seu próprio mérito, e que valorizam acima de tudo a politicagem e não a melhoria da categoria”. E convocam: “no dia 24 estaremos unidos de novo por um futuro melhor para todos nós e nossas famílias”.

Os policiais militares enviaram ainda a relação de todas as Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) que já confirmaram presença na mobilização e na Assembleia Geral – o Radar achou por bem não publicar a lista para não trazer qualquer prejuízo a mobilização – e reafirmaram sua posição de que todas as decisões sejam tomadas pelo coletivo de policiais militares que estiveram nas últimas manifestações da corporação.

Posição oficial

Release enviado, nesta quarta-feira (21) pela assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/AM) informou sobre “Assembleia Geral” que teria sido realizada na Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiros do Amazonas, entidade que é presidida pelo deputado Cabo Maciel. As informações dão a entender que está sob tutela do parlamentar e da entidade que ele preside formatar o projeto que será entregue ao governador com definição das promoções para a carreira de praças.

“De acordo com o Cabo Maciel, a proposta de projeto de lei foi elaborada de acordo os critérios estabelecidos pela lei estadual 2.814, de 21 de julho de 2003, sobre a evolução da carreira de soldados, cabos e sargentos da Polícia Militar do Amazonas”, está escrito no release, acrescentando ainda: “O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Almir David, participou da assembleia onde os pontos da proposta elaborada pela associação dos praças foram apresentados, discutidos e aprovados pelos participantes da reunião, que contou ainda com representações de policiais militares dos municípios de Itacoatiara, Manacapuru, Manicoré, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Careiro e outros.

O texto traz ainda a posição do secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel PM Paulo Roberto Vital, dizendo que “o governador José Melo está aberto para acolher e avaliar a proposta dos policiais, atendendo o que estiver nos limites impostos pela lei, como a responsabilidade fiscal”. (Any Margareth)