PMs envolvidos na morte de homem com transtorno mental são afastados 

 

O Comando Geral da Polícia Militar informou, nesta terça-feira (10), que os policiais militares envolvidos na morte de José Francisco Mourão, de 35 anos, mais conhecido como “Sabão”, ocorrida no município de Eirunepé (a 1.160 quilômetros de Manaus), foram afastados das atividades operacionais. 

O caso ocorreu na última sexta-feira (6), após um desentendimento entre a vítima e os PMs. Segundo informações, Sabão que sofria de problemas mentais foi baleado por um militar e acabou morrendo horas depois.

De acordo com a nota do Comando Geral, o caso está sendo analisado pela Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD), da Corporação que instaurou procedimento administrativo para análise dos fatos.

Ainda conforme o texto, todos os elementos apresentados durante a ação investigatória serão apurados da forma transparente que o caso requer, resguardando aos militares o direito ao contraditório e ampla defesa.

“A Polícia Militar não compactua com abusos, excessos e comportamentos que contrariem a lei e a ordem. A Corporação preza sempre pelo bem comum, com o dever de servir, proteger e preservar os direitos individuais e coletivos”, finaliza a nota.