Polícia acusa quatro jovens de envolvimento na morte da adolescente de 14 anos

Morte de adolescente solda

Em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (06), o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Ivo Martins, apontou os jovens Mizael Christian da Silva de Oliveira, 19, o “MICA”; Daniel Félix Bezerra, 23, conhecido como “GASPAR”; Leonardo Valente de Freitas, 18, conhecido como “Miau”;Matheus Souza da Silva, 21, conhecido como “CAÇULA”, e ainda um homem chamado Nilson Picanço de Oliveira, 31, o “BOCA”, como os envolvidos no homicídio da adolescente Iasmin Santos da Silva.

O crime ocorreu na noite do dia 30 de maio deste ano, durante um tiroteio nas imediações da “Bola do Produtor”, localizada na Avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus. A vítima tinha 14 anos. De acordo com o delegado, as prisões iniciaram com a detenção de Mizael, ocorrida na manhã do dia 25 de agosto, na casa dele, situada na Travessa São Jorge, Cidade de Deus, zona Norte da cidade. Já Daniel foi preso no mesmo dia, na residência onde morava, situada na Avenida Ouro, bairro Braga Mendes, zona Norte.

Em continuidade aos trabalhos, Leonardo foi preso no dia 26 de agosto deste ano. Já Matheus foi preso no último dia 1º de setembro. Ambos receberam voz de prisão no prédio da DEHS enquanto prestavam depoimento sobre o caso. Conforme Ivo Martins, Nilson já estava preso desde o dia 10 de julho deste ano, quando foi autuado em flagrante no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) por tráfico de drogas. O mandado de prisão em nome dele, pelo envolvimento no homicídio de Iasmin, foi cumprido na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

O titular da DEHS destacou que as prisões ocorreram em cumprimento a mandados de prisão temporária, com prazo de 30 dias, em nome do infratores. Os documentos foram expedidos dia 1º de agosto deste ano, pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus.

Durante a coletiva de imprensa, Ivo Martins ressaltou que um homem, identificado como Elbert Passos de Freitas, 24, conhecido como “Vadão”, está sendo procurado pelas equipes DEHS. O jovem também está envolvido no homicídio da adolescente Iasmin Santos da Silva. A autoridade policial informou a motivação do crime.

“O tiroteio que vitimou Iasmin, se deu por conta de uma disputa de território para venda de entorpecente naquela rotatória que é conhecida como “Bola do Produtor”. Nilson, responsável pelo tráfico de drogas no loteamento Bairro Novo, achava que aquela área pertencia a ele, enquanto Elbert, responsável pelo tráfico no bairro Armando Mendes, também se dizia dono do local para a venda de entorpecentes. Uma semana antes do tiroteio, Nilson teria comandado uma ação para matar Elbert, que foi ferido e chegou a ficar internado em uma unidade hospitalar, mas fugiu do hospital durante o tratamento” declarou Martins.

Martins relatou que após a tentativa de homicídio, Elbert teria decidido se vingar das pessoas que atiraram contra ele e ordenou que Matheus e Leonardo fossem até a “Bola do Produtor” e disparassem contra os comparsas de Nilson. Matheus e Leonardo realizaram vários disparos contra Daniel e Mizael, mas por erro de execução, no momento da ação criminosa, Matheus atingiu a adolescente de 14 anos com um tiro no peito. A vítima ainda foi socorrida e levada ao Hospital e Pronto Socorro Doutor Aristóteles Platão Bezerra de Araújo, mas não resistiu ao ferimento e morreu.

“No dia do crime, Mizael e Daniel ainda se passaram por vítimas do tiroteio, mas eles também são autores desse homicídio. Já pedimos a conversão da prisão temporária deles para prisão preventiva, para que a sociedade amazonense tenha mais tranquilidade. Elbert ainda está foragido mas já sabemos que ele está no interior do Estado. Estamos realizando diligências com intuito de prendê-lo” relatou o delegado.

Os cinco presos já possuem passagem pela polícia por delitos como roubo, furto, tráfico de drogas e homicídio. Desta vez, eles foram indiciados por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na especializada, Mizael; Daniel; Leonardo e Matheus serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

Quem puder colaborar com informações que levem ao paradeiro de Elbert,entrar em contato com a equipe da DEHS pelos números do disque-denúncia da especializada: (92) 99176-9548 ou 3636-2874. “Também disponibilizamos o 181, o número da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM)”, declarou Ivo Martins. Para concluir, o delegado assegurou que a identidade dos informantes será preservada.

FOTOS: Erlon Rodrigues / Assessoria de Imprensa da PC-AM