Polícia apresenta jovem investigado por latrocínio ocorrido dentro de ônibus na zona oeste da cidade

latrocínio zona oeste 1 capa

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Adriano Felix, apresentou na manhã desta terça-feira, dia 23, durante coletiva de imprensa realizada às 9h45, no prédio da especializada, Erico Rodrigues da Silva, 22, conhecido como “Taz-Mania”, investigado pelo latrocínio do carpinteiro Waldenire Justino da Silva. O crime ocorreu no dia 18 de julho deste ano, dentro de um ônibus que trafegava pelo bairro Ponta Negra, zona Oeste. A vítima tinha 32 anos.

latrocínio zona oeste delegadoDe acordo com Adriano Felix, após a divulgação de imagens do jovem pela imprensa local, Erico se apresentou espontaneamente no prédio do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) na tarde da última quinta-feira, dia 18, por volta das 13h. Na unidade policial foi cumprido o mandado de prisão preventiva existente em nome do infrator. O documento foi expedido no dia 28 de julho deste ano, pela juíza do Plantão Criminal, Andrea Jane Silva de Medeiros.

latrocínio zona oeste 2Conforme a autoridade policial, no dia do delito, por volta das 19h, Erico, um homem identificado como Emerson Rodrigues de Oliveira, 18, e dois adolescentes ainda não localizados pela polícia entraram no ônibus em um parada na Avenida Coronel Teixeira, zona Oeste da cidade. Minutos depois, portando duas armas de fogo, o bando anunciou o roubo.

“Quando os infratores abordaram os passageiros do ônibus a vítima, que estava sentada perto do cobrador, teria se assustado com a ação criminosa e resolveu pular a catraca para fugir. Naquele momento Erico efetuou disparos de arma de fogo em direção a Waldenire, que foi atingido com um tiro na nuca. O carpinteiro chegou a ser socorrido e levado ao Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado, mas não resistiu ao ferimento e foi a óbito naquele mesmo dia, por volta das 22h”, declarou Adriano Felix.

O titular da Derfd afirmou que após atirar na vítima, Erico e os outros três comparsas fugiram em direção ao bairro Santo Agostinho, na zona Oeste, sem levar os pertences das vítimas. Adriano Felix ressaltou que a partir de minuciosa análise às imagens captadas pelo circuito interno de segurança do transporte coletivo foi possível identificar os infratores e representar os mandados de prisão e apreensão dos indivíduos.

“Depois de saber que as imagens dele estavam circulando por meios de comunicação da cidade, ele ficou com medo de possíveis represálias e resolveu se entregar. Na delegacia ele confessou a autoria dos disparos e argumentou que só aceitou participar do delito para poder arcar com os custos da suposta festa de aniversário da filha dele. Agradecemos o apoio da imprensa na divulgação das fotos e por ter colaborado com a elucidação do caso”, ressaltou Felix.

Irmã da vítima, a dona de casa Luzilene Justino, afirmou que  confia no trabalho da Justiça, do mesmo jeito que confiou nas investigações realizadas pela equipe da Derfd. “Nossa família esteve acompanhando as diligências junto com o delegado e investigadores da especializada. Dói demais olhar para esse jovem e saber o que ele fez com meu irmão”, disse.

Erico já tinha passagem por roubo cometido em 2013. Dessa vez ele foi indiciado por latrocínio. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia o infrator será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Quem puder colaborar com informações que levem aos paradeiros de Emerson e dos dois adolescentes envolvidos no crime, entrar em contato com os policiais civis da Derfd pelos números: (92) 99148-5290 ou 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM). A Polícia Civil assegura o sigilo da identidade dos informantes.