Polícia diz que suspeito de atentado em Boston já está preso

preso---boston

A polícia de Massachusetts, nos EUA, confirmou, via Twitter, que o suspeito pelo atentado na Maratona de Boston, Dzhokhar Tsarnaev, 19, foi preso na noite desta sexta-feira (19) em Watertown, cidade vizinha à Boston. Moradores da cidade dizem ter ouvido tiros em uma rua local

Os tiros teriam sido ouvidos na rua Franklin, onde segundo o jornal “Boston Globe”, mais de 60 policiais se concentraram. As primeiras informações indicavam que o suspeito estaria em escondido em alguma casa da rua. Em seguida, a policia desconfiou que Dzhokhar estivesse dentro de um barco coberto por uma lona, localizado no jardim dessa residência.

Como a visão era pouco nítida, a Swat (polícia de elite dos EUA), que também participou da operação, usou granadas para dispersar o suspeito e, com isso, poder desarmá-lo. Autoridades pediram muita cautela na busca, pois deveriam trabalhar com a possibilidade de Dzhokhar estar com bombas no próprio corpo.

Dzhokhar e o suspeito morto como Tamerlan Tsarnaev, 26, são apontados pelo FBI –polícia federal norte-americana– como responsáveis pelas explosões da maratona, ocorridas na última segunda-feira (15) e que deixaram três mortos e mais de 170 feridos.

Os dois são russos, provenientes de uma região próxima à Tchetchênia, e residentes legais nos Estados Unidos há no mínimo um ano. Informações ainda não confirmadas dizem que o mais velho teria recebido o visto de permanência no país em 2007, enquanto o irmão mais jovem recebeu o seu em 11 de setembro do ano passado.

Caçada cinematográfica

Até a prisão do segundo suspeito, um enorme grupo de policiais no qual se reuniu membros da policial local, estadual, agentes da Swat e do FBI fizeram uma varreduras pelas ruas do subúrbio de Boston e de Watertown atrás de Dzhokhar, já que Talerman havia sido morto durante a noite desta quinta-feira (18) em tiroteio com a polícia. Dzhokhar conseguira fugir  e estava foragido desde então.