Anúncio Advertisement

Polícia faz 19 prisões em operação de combate ao tráfico em Manacapuru

Nesta sexta-feira (15), 19 pessoas foram presas, quatro armas de fogo e seis quilos de drogas apreendidas durante o cumprimento dos mandados de prisão, busca e apreensão no bairro Liberdade, em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), área com grande ocorrências ligadas ao crime. As prisões e apreensões foram feitas durante a “Operação Liberdade”, focada no combate ao tráfico de drogas no município.

Mais de 80 policiais civis da capital e da cidade cumpriram os mandados de prisão, busca e apreensão desde as primeiras horas da manhã. A ação foi coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e pela Polícia Civil do Amazonas (PCAM).

O objetivo era prender envolvidos com o chamado tráfico doméstico e desarticular bocas de fumo identificadas no bairro. Durante a ação foram apreendidos, ainda, cerca de R$ 4 mil em espécie e uma motocicleta.

Prisões

Dos 19 presos, sete foram em cumprimento de mandados de prisão preventiva. Dentre eles, um oficial de Justiça, identificado como Luiz Carlos Teles da Silva, conhecido como “Cacaio”. Ele foi preso por associação para o tráfico de drogas.

Também foram presos em cumprimento de mandados, as irmãs Juciele Perdigão de Souza e Josiely Perdigão de Souza; Diego Oliveira Meireles; Francivan Rocah da Silva; Elane Dantas Meireles, e Gian Wan Damme de Oliveira Carvalho.

Outras 10 pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas. Michael Praia de Oliveira, o “Tafarel”; Edirceu Ferreira Barcelar, o “Edi”; os pais dele, Nilce Ferreira Barcela e Cosme Correia Barcelar; Jhonny Bras de Alencar; Taila Rayane Cabral Pereira; Iara Bastos Bandeira; Rodrigo de Oliveira Soares; além do casal Raimunda Soares Frederico e Cristiano Ricardo Pereira.

Erlande Ferreira Barcelar, o “Land”, irmão de “Edi”, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Já Julio Cesar de Souza Lima foi preso em flagrante por posse de munições.

As ordens judiciais foram expedidas no dia 8 de março deste ano, pela juíza Aline Kelly Ribeiro, titular da 1ª Vara de Manacapuru.

Com informações da SSP-AM.